Corpo de timoteense é localizado em Vila Velha/ES

Descoberta ocorreu na manhã desta quarta-feira na praia da Costa, mesmo local onde desapareceu no sábado

Enviada para o WhatsApp Portal Diário do Aço


Genilson estava nesta praia no dia que desapareceu ao tentar atravessar o mar

O corpo de desenhista de projetos Genilson Cleiton de Almeida, o Gê, de 32 anos, foi localizado na manhã desta quarta-feira (6) na praia da Costa, em Vila Velha, na Região Metropolitana de Vitória/ES. O timoteense estava desaparecido desde a tarde do último sábado (2) quando sumiu no mar ao tentar chegar a uma pedra.

Como já divulgou o Portal Diário do Aço, Genilson estava com um amigo e ambos tentaram nadar até à um local, conhecido como “Pedra do Peixoto”, mas apenas o amigo do desenhista conseguiu retornar à praia.

Amigos e familiares passaram os últimos dias acompanhando as buscas no mar e também tinham esperança que Gê estivesse vivo e perdido na cidade.

Na manhã desta quarta-feira, apareceu na praia o corpo de um homem e a suspeita é que poderia ser de Genilson. O local foi cercado para a chegada dos familiares da vítima, que confirmaram a identidade do corpo.

Genilson morava no bairro Bromélias, em Timóteo, e estava morando no Espírito Santo há cinco meses para trabalhar. A esposa dele, a caixa Mariana Kelen Costa Lage, de 25 anos, com a qual tem um filho de 9 anos, estava ainda no Vale do Aço e planejava mudar-se para o Espírito Santo no fim do ano.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Ana Teresa 07 de Novembro, 2019 | 00:05
Que Deus conforte a família desse rapaz.
A prefeitura de Vila Velha deveria sinalizar a região como perigosa para travessias como essa. O mar parece calmo em alguns pontos mas há fortes correntezas e se a pessoa não conhece ou não é um nadador do mar (aqui há vários) acostumado com a região, será mais uma vítima, Que por um erro de julgamento e falta de informação, não vê o perigo.
Maik do 1.99 06 de Novembro, 2019 | 21:11
Moro na orla a 29 anos e sei a dimensão do perigo q tem esse mar !!! Eu mesmo q tenho costume já fui várias vz na pedra e tinha ocasião de muito cansaço, pensam q é perto, mais na vdd tem q ter experiência e fôlego.
Karla 06 de Novembro, 2019 | 19:47
Triste! Lamentável essa tragédia. :(
Q Deus conforte a família e amigos.
Eder Silva 06 de Novembro, 2019 | 18:51
Infelizmente, às pessoas ainda não respeitam os perigos do mar. Moro aqui, e são vários casos semelhantes. DEUS conforte os familiares.
José Soares Couto 06 de Novembro, 2019 | 16:50
Infelizmente mais uma vida se foi naquele local. Vou sempre lá pois tenho familiares ali. Aquela praia não e brincadeira. Ondas fortes que puxam com força o banhista. Não compensa arriscar.
Kátia Cristina 06 de Novembro, 2019 | 15:12
Descanse em paz Gê , que o Senhor possa confortar o coração de toda família!
Tarley Moura 06 de Novembro, 2019 | 11:48
Descansa em PAZ, Ge, Cara gente finíssima. Que o Pai te receba de braços abertos e conforte seus familiares.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO