Irmãos investigados por homicídio são presos em Naque

Arma usada em assassinato por causa de discussão banal foi apreendida e um dos irmãos confessou o crime, informa a PC

Reprodução


Arma usada em homicídio foi apreendida com o autor confesso do crime
Com correção de dados às 13h30 de 21/10
Policiais da 5ª Delegacia de Polícia Civil em Açucena deflagraram essa semana a Operação Labirinto, que teve como objetivo dar cumprimento aos mandados de prisão preventiva e busca e apreensão em desfavor dos irmãos R.C.R. e I.C.R.

Os dois são investigados pela Polícia Civil como autores do homicídio de Welinton Pereira da Silva, de 31 anos, na cidade de Naque, no dia 30 de agosto de 2019, durante uma festa de cavalgada.

Conforme as investigações, os irmãos agiram por vingança, em razão de uma discussão de Welington com o autor I.C.R.

Na operação foram presos os irmãos, bem como a arma utilizada no crime. “Vale ressaltar que as buscas culminaram com a prisão de M.B.F., patrão de um dos autores que possuía ilegalmente em sua residência um rifle calibre 22 e uma pistola calibre .380, o que resultou na prisão em flagrante do mesmo, sendo arbitrada fiança”, informa o delegado da PC, João Luiz Martins Barbosa, que comandou a operação.

Além dos irmãos, entre eles o autor confesso do crime, patrão que tinha armas em casa também foi preso, por posse ilegal

Ainda conforme o delegado, R.C.R. confessou o crime de homicídio do desafeto, com quem tinha discutido. Diferentemente do que foi divulgado anteriormente, a arma usada foi uma garrucha calibre 22, que também foi apreendida. Essa arma era responsabilidade de R.C.R. e não foi emprestada pelo patrão de um dos irmãos.

Os dois irmãos foram presos e encaminhados à Penitenciária Dênio Moreira de Carvalho, em Ipaba, onde estão à disposição da Justiça. Participaram da operação os policiais civis da 5ª Delegacia da PC, em Açucena, com apoio de policiais civis da 1ª DRPC de Ipatinga.


Equipe da PC, que atuou na operação para esclarece homicídio em Naque



Armas apreendidas em Naque: garrucha foi usada no crime e outras armas estavam em sede de fazenda, de forma ilegal e por isso foram apreendidas
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO