Queimadas voltam a se intensificar no Vale do Aço

Desde o começo da semana tem fogo em várias encostas no entorno do Vale do Aço

Enviada por leitor


No fim da tarde desta quarta-feira, fumaça de queimada na Serra dos Cocais praticamente encobriu o sol

Com a sequência do tempo quente e com baixa umidade do ar, as queimadas de áreas verdes voltaram a se intensificar no Vale do Aço. Embora nos primeiros dias da Primavera tenha ocorrido chuva de baixa intensidade na região, o calor e a seca escaldante voltaram.

Nesta quarta-feira, a temperatura máxima foi de 35 graus e a previsão é que, na quinta-feira, atinja 36 graus.

A principal consequência do fator climático, associada à inconsequência de pessoas que tocam fogo em áreas verdes, provocam os incêndios.

Hoje moradores relataram incêndio em grandes proporções na região da Serra dos Cocais e na serra na encosta do bairro Taúbas, em Ipatinga.

Nesse último caso, o fogo começou na terça-feira e há mais de 24 horas o incêndio destrói uma vasta região de serra. Com as queimadas vêm outro efeito, a queda na qualidade do ar, já poluído. A fumaça gerada pela queima da vegetação causa transtornos principalmente para crianças e adultos com dificuldades respiratórias.

Já publicado:
Incêndio destrói seis hectares de vegetação em Timóteo
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Guima 17 de Outubro, 2019 | 12:27
Esta queimadas são criminosas. Esta acontecendo em série.
Adair 17 de Outubro, 2019 | 08:56
Às queimadas não acontecem por acaso, o mais interessante que elas não estão acontecendo nas plantações de Eucaliptos. O próprio homem está destruindo a nossa natureza, além de queimar as matas, morre os animais e insetos, seca as nascentes de água, destrói o solo.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO