Dia da Pátria em Ipatinga

Avenida que margeia o Parque Ipanema foi palco do desfile cívico


Pelo segundo ano consecutivo, o Desfile de 7 de Setembro em Ipatinga mostrou um contagiante espetáculo de organização, estética e animação, embalado pelos ritmos marcantes de corporações musicais, batucadas, bandas e fanfarras. O Dia da Pátria celebrou, nesse sábado (7), os 197 da proclamação da independência do Brasil em relação a Portugal.

A estimativa da administração municipal, que organizou o evento, calcula que mais de 30 mil pessoas, de todas as idades, ajudaram a colorir de verde e amarelo o complexo de lazer e entretenimento do Parque Ipanema, na manhã deste sábado, muitas delas acenando freneticamente bandeirinhas do Brasil e de Ipatinga a cada delegação que se exibia na pista da avenida Roberto Burle Marx, à margem do Parque Ipanema.

Os organizadores citam que esse foi o “maior evento do Dia da Pátria já realizado na cidade”, sendo especialmente homenageados os garis, que pela primeira vez participaram do desfile cívico. A presença deles chamou a atenção do público, que não economizou aplausos.

Com demonstrações de amor à cidade, ao Estado e ao País, foram 77 entidades participantes da parada ou 4.000 pessoas distribuídas entre pelotões das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, SAMU, escolas, servidores públicos e instituições da sociedade civil. Bebês, crianças, adolescentes, jovens e idosos, famílias unidas, deram um tom afetivo à programação festiva.


Enredo

Às 8h, a avenida Burle Marx já estava lotada, enquanto as delegações se preparavam no pátio junto ao hall de entrada do Ipatingão para iniciar o desfile. Aqueles que não encontravam mais lugar junto ao cordão de isolamento disputavam espaços em pontos mais elevados para uma melhor visão, como as encostas do estádio Ipatingão.

A cerimônia começou com o hasteamento das bandeiras ao som do Hino Nacional executado pela banda de música da Polícia Militar. Após desfilar pela avenida, a Escola de Música TOM executava números junto ao palanque.

Os primeiros a entrar na avenida foram os integrantes das corporações da PM, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Civil e, também, o pelotão dos agentes penitenciários, que neste ano passou a integrar o bloco de entidades representantes da segurança pública.

Antecedendo os Movimentos da Terceira Idade, que encantaram o público presente com o seu entusiasmo, passaram pelo corredor cívico a guarda e a brigada mirim, além de motociclistas e os carros antigos. Crianças e adolescentes de instituições municipais também incrementaram o desfile na avenida, em sequência.

Em seguida, com muita criatividade em frases, vestimentas e adereços, as escolas públicas reforçaram a temática de amor e orgulho de se viver em Ipatinga e a valorização da pátria. Temas como o meio ambiente, a história, a cultura, as artes e a saúde pública foram evidenciados.


Recepção emocionante

Entre as novidades do desfile cívico no Parque Ipanema, neste 7 de Setembro, estavam os agentes de limpeza pública, que desfilaram pela primeira vez. Com o semblante cheio de alegria, eles responderam com acenos os cumprimentos e aplausos do público, que fez questão de reconhecer a importância de seu trabalho.

Outra participação inédita foi a das 400 crianças que praticam diferentes modalidades esportivas gerenciadas pela Liga Ipatinguense de Esportes Especializados (Liespe), com o projeto “Ipatinga, Esporte e Cidadania”, e a Liga de Desportos de Ipatinga (LDI), que mostrou aquelas envolvidas com as escolinhas de futebol. As entidades esportivas são conveniadas com a Prefeitura de Ipatinga e incrementam o esporte local, estimulando a vida saudável através de atividades físicas e a revelação de talentos.

Com uma mensagem de superação, o time de basquete em cadeiras de rodas também chamou muito a atenção na avenida. A equipe disputa várias competições da modalidade e treina semanalmente no ginásio Ely Amâncio, no Centro Esportivo e Cultural 7 de Outubro.

Outra atração que também foi novidade no desfile é o time de Futebol Americano da cidade, o Tigres, que atualmente disputa a divisão de acesso do Campeonato Brasileiro da categoria.

Na avenida, também não poderia ficar de fora o bloco da Olimpíada do Conhecimento, Cultural e Esportiva de Ipatinga (Olicei 2019), que este ano contempla cerca de 8.500 estudantes de escolas públicas e particulares do município. Mais uma vez, a mascote Junio, o gato do mato, fez a festa e levou para a avenida muita irreverência com seu traje de Congado do Ipaneminha, símbolo cultural do município.

O maior 7 de Setembro da história de Ipatinga reuniu no principal cartão postal da cidade um público que superou todas as expectativas. Mais de 50 unidades escolares da rede municipal de ensino marcaram presença no desfile.


Saúde

Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria Municipal de Saúde participou do Desfile de 7 de Setembro. Cerca de 350 profissionais da área passaram pelo corredor cívico mostrando as grandes campanhas realizadas pela Administração Municipal e as ambulâncias do SAMU usadas para os cuidados com a vida. Acompanhadas pelo boneco do mosquito da Dengue, fizeram alusão às campanhas contra as arbovirores.

Após a passagem das instituições filantrópicas e da fanfarra da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, o desfile foi encerrado de forma apoteótica, com a apresentação dos agentes limpeza e um curioso robô que passou às mãos do Executivo a bandeira nacional.

Público presente

Entre o público que foi prestigiar o desfile estavam o cabeleireiro Tarcísio Barbosa e a esposa, Lourdes de Faria. Eles aproveitaram o evento para levar o neto Carlos Eduardo, de dois anos de idade. "Com muita disposição e orgulho viemos acompanhar o desfile e participar desse resgate do patriotismo. Nós fizemos questão de trazer nosso neto pela primeira vez, para que ele já siga essa tradição familiar", enfatizaram.

Lourdes de Faria disse que faz questão de acompanhar o marido todos os anos. "O evento é também uma oportunidade de constatarmos como a cidade está ficando mais organizada. E aproveitamos para conhecer ainda mais a nossa cultura, vendo de perto, passar na avenida, as crianças, as escolas, as entidades. É muito bonito ver também o desfile da Polícia Militar", mencionou.

Acompanhado dos filhos, o pequenino Nícolas, vestido de policial militar, e o adolescente José Tomaz (13), além da esposa Jogirline Silva, o cabo da Polícia, Sávio Gonçalves, disse: “A maior riqueza nesta data é poder reunir a família e amigos para juntos reafirmarmos o amor à pátria. É nesta hora que repassamos os valores, o respeito pela nossa história. Fiquei muito feliz ao desfilar e ver meus parentes aqui, celebrando este momento comigo”, afirmou.


Novas realizações

Ao lado de autoridades civis e militares, representantes do legislativo e do judiciário, em seu discurso ao público o prefeito Nardyello Rocha chamou atenção para o grande pacote de obras que será executado pelo governo municipal a partir do próximo mês, com recursos da ordem de R$ 73 milhões.

Conforme enfatizou, “o programa Nova Ipatinga, que tem como slogan ‘Investir para Crescer’, está exatamente sintonizado com a mensagem de retomada da ordem e progresso na cidade e no país. Ver as pessoas segurando com orgulho a bandeira do município e sentirem-se honradas em segurar a bandeira do Brasil significa que a população está entendendo perfeitamente o que é o espírito de pertencimento, tomando posse de fato e de direito da Nação e da cidade”, observou.

Nardyello enumerou as várias obras e iniciativas constantes do programa Nova Ipatinga, entre elas o recapeamento de mais de 60 km de asfalto, reforma de ciclovias, construção de três novas Unidades Básicas de Saúde, execução de 171 muros de arrimo, recuperação prefeitura, cujo prédio está com desgastes, e reforma administrativa.

Ele noticiou, ainda, o avançado bloco cirúrgico que será construído no Hospital Municipal, “em benefício dos pacientes do SUS, aquela parcela da população mais carente que não tem condições de pagar plano de saúde e muitas vezes paga com a própria vida por não ter vagas para realizar operações de urgência”.

Mais:
Uma reflexão sobre o Dia da Pátria
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Joao Batista Calixto 09 de Setembro, 2019 | 11:25
BELA PORCARIA, GRANDE COISA , FOI O TEMPO DOS DESFILIS, HOJE O NOSSO PAÍS E SÓ VERGONHA .
Leoncio Simoes 08 de Setembro, 2019 | 09:18
EU gostaria de saber o que se comemora no 7 de setembro, nao temos nada pra comemorar.
Liberdade?de que?de quem?
Um pais devastado por corruptos empresarios,politicos.
Seguranca deficiente,35 partidos politicos cada um mais corrupto que o outro, um pais onde quem comete crime mesmo preso,ganga maid que alguem que trabalha no sol o dia inteiro.
OS politicos roubam milhoes,devolvem migalhas
I ficam em prisao domiciliar(usufluindo com conforto do produto de seu roubo em casa luxuosas)
Democracia?
Vc e obrigado a votar.
Se vc vota nulo,vai favorecer alguem.
Se vota em branco tambem favorece a algum bandido disfarcado de politico.
Horario politico (obrigatorio)
Na televisao ou radio que paguei quase o dobro(financiado)
Agiotas autorizados por nossos governantes
Os chamados (bancos,financeiras)autorizadas a te cobrar 2 vezes o valor do emprestimo.
Gasolina,produzimos quase todo combustivel que usamos,I pagamos um dos mais carros fo mundo.
Realmente precisamos comemorar .

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO