Corpo localizado em rio é identificado no IML

Vítima de afogamento era moradora do bairro Bethânia, em Ipatinga

Google


O local do resgate do corpo, localizado no rio Doce, em Ipaba

O corpo resgatado do rio Doce, na região de Ipaba, na tarde do último domingo (18), foi identificado nesta segunda-feira (19) por familiares que compareceram ao Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga. O corpo é de José Carlos de Oliveira, que iria completar 40 anos no próximo dia 11 de setembro.

O Diário do Aço apurou junto ao IML que os familiares identificaram a vítima, que morava no bairro Bethânia, por uma tatuagem no braço. O exame apontou que a causa da morte foi afogamento e liberou para a família providenciar o sepultamento, que foi realizado pela funerária Paraíso no Cemitério Parque Senhora da Paz, no bairro Veneza II, no fim da tarde de segunda-feira.

José Carlos, segundo pessoas que conheciam a vítima, desapareceu há alguns dias depois de ser visto nas proximidades de um bar. Havia a suspeita de que ele estava apresentando alguns problemas de depressão, conforme comentaram as pessoas que tinham ligação com o homem durante seu sepultamento.


O corpo de José Carlos foi achado por populares na tarde de domingo, nas proximidades do Porto dos Botes, no rio Doce, em Ipaba. O cadáver, até então desconhecido naquele momento, estava trajando apenas camiseta regata e cueca e apresentava sinais de decomposição sem qualquer marca de violência ao ser periciado.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO