Sistema de Abastecimento de água tem investimento de R$ 1,12 milhão

A previsão é que o empreendimento, iniciado em junho, seja concluído até dezembro deste ano

Alex Ferreira


Investimento da Copasa contempla a reforma de sete filtros da Estação de Tratamento de Água do Sistema Integrado do Vale do Aço

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) divulga que investe aproximadamente R$ 1,12 milhão na reforma de sete filtros da Estação de Tratamento de Água do Sistema Integrado do Vale do Aço (Siva), localizada no bairro Amaro Lanari, em Coronel Fabriciano.

A previsão é que o empreendimento, iniciado em junho, seja concluído até dezembro deste ano. No total, 265 mil moradores de Ipatinga, Coronel Fabriciano (bairro Amaro Lanari), Timóteo (bairro da Regional Leste) e Santana do Paraíso (bairros limítrofes a Ipatinga) contarão com maior disponibilidade de água tratada após a conclusão das obras, informou a companhia.

O superintendente operacional do Vale do Rio Doce e Vale do Aço, Albino Campos, informa que a reforma além de melhorar o processo de filtração da água no processo de tratamento, possibilitará a utilização de um volume menor de água tratada para a lavagem dos filtros, significando cerca de 10 milhões de litros de água a mais disponíveis mensalmente para os moradores da região.

O Siva atende toda a cidade de Ipatinga, além do bairro Amaro Lanari, em Coronel Fabriciano; Recanto Verde, Limoeiro, Recanto do Sossego e Alphaville, em Timóteo; e dos bairros Cidade Nova, Parque Caravelas, Parque Veneza, Bom Pastor, Jardim Vitória, Águas Claras e Residencial Betânia, em Santana do Paraíso.

Ipatinga

A Companhia também informou que investe, desde fevereiro, cerca de R$ 670 mil para aumentar a disponibilidade de água nos períodos de maior consumo em Ipatinga, por meio da recuperação de um reservatório que abastece a região. O empreendimento irá beneficiar 201 mil pessoas e tem previsão de entrega em setembro deste ano, detalhou a Copasa.

Dentre as melhorias realizadas, estão a recuperação estrutural e a impermeabilização do reservatório. “A reforma do reservatório com capacidade de 4 milhões de litros, impactará positivamente no equilíbrio hidráulico do sistema de abastecimento de água”, destaca Rodrigo Ferreira, gerente do Distrito Regional Vale do Aço.


Já publicado:
Copasa quer renovação da concessão, mas recebe alerta de Nardyello por melhoria dos serviços prestados
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO