Copasa quer renovação da concessão, mas recebe alerta de Nardyello por melhoria dos serviços prestados

Na oportunidade, o chefe do Executivo cobrou mais eficiência da companhia, para que os serviços sejam executados com rapidez e que o esgoto tratado chegue a 100%

Wôlmer Ezequiel


O presidente da Câmara de Ipatinga, Jadson Heleno, o diretor da Copasa, Frederico Delfino e o prefeito Nardyello Rocha. Ao fundo, parte do secretariado

O diretor de Operação Sul da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Frederico Delfino, foi recebido nesta quarta-feira (19) pelo prefeito de Ipatinga Nardyello Rocha. Em entrevista à imprensa regional, logo em seguida, o diretor anunciou investimento de R$ 33 milhões na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Ipanema, que atende a Ipatinga, e também entregou ao prefeito uma proposta de renovação antecipada da concessão junto ao município, para os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Na oportunidade, o chefe do Executivo cobrou mais eficiência da companhia, para que os serviços sejam executados com rapidez e que o esgoto tratado chegue a 100%.

Sobre os investimentos na reforma e ampliação da ETE, Frederico Delfino disse que a licitação já está em andamento e a previsão de abertura do edital é para dia 26 de junho. Passada a fase legal, a expectativa é de que a ordem de serviço seja dada no mês de julho. A previsão é de que os serviços sejam realizados ao longo de dois anos, permitindo assim a ampliação da capacidade da estação de tratamento Ipanema e maior eficiência e modernização dos processos.

“Destaco a reforma de um reservatório, com capacidade para quatro milhões de litros e que será disponibilizado. Ele estava parado há mais de 10 anos, e a previsão é que seja concluído em setembro. Em relação a proposta de renovação antecipada, entendemos que Ipatinga é importante para o sistema Copasa e estamos assumindo compromissos, como no caso das desapropriações, que passam a ser responsabilidade da companhia, para que possamos ter 100% do esgoto tratado em Ipatinga”, vislumbra.

Melhorias

Ao lado de seu secretariado e de integrantes da Mesa Diretora da Câmara, Nardyello Rocha destacou que o investimento é importante para Ipatinga e não só aumenta a capacidade de atendimento, como também torna a ETE mais moderna, o que é importante para a população.

Sobre o outro aspecto da reunião, o pedido de antecipação da renovação, Nardyello disse que, para investir, a Copasa precisa ter algumas certezas de que o contrato, que vence daqui a dois anos, tenha alguma chance de renovação. “Entendemos isso. O que recebemos é uma proposta de intenção de antecipação da renovação, com condições que algumas nos agradaram, como a Copasa passar a ser responsável pelas desapropriações. Hoje não temos 100% do esgoto tratado, temos 91% ou 92%, e em grande parte pela falta de acordo para fazer as desapropriações”, explicou.

O prefeito lembrou que Ipatinga tem um contrato diferenciado. “De acordo com o contrato atual, no encerramento da concessão, todo o investimento em equipamentos e unidades de tratamento é de propriedade do município. Para que a Copasa ou qualquer outra concessionária tenha direito à concessão, é necessário adquirir todos estes ativos, que hoje, na avaliação da empresa, custariam R$ 36 milhões. Mas nós ainda temos que checar os valores dos ativos com o nosso corpo técnico antes de darmos o parecer”, disse o prefeito.

Sobre a concessão, o prefeito assegurou que serão feitas exigências sobre a rapidez em tampar os buracos de reparos, por exemplo. A proposta será apresentada ao Legislativo e, se necessário for, convocada uma audiência pública para levar ao conhecimento da comunidade, sendo apresentada uma contraproposta, ou não. O que será definido em colegiado.

“Esse reservatório de quatro milhões de litros é uma expectativa desse governo e também da população. Hoje bairros inteiros ficam sem água por causa de reparo na adutora, não queremos que continuem passando por isso. É um momento de sabedoria, de definir a vida da população pelos próximos 30 anos. Seu futuro e sua saúde estão em jogo”, alertou o prefeito.

ETE’s de Paraíso e Timóteo em andamento

Após as explicações acerca dos investimentos na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Ipanema, que atende a Ipatinga, Frederico Delfino falou ao Diário do Aço sobre as estações de Santana do Paraíso e Timóteo.

Sobre Paraíso, o diretor informa que já estava no planejamento da empresa tais obras, antes mesmo da assinatura do termo com o Ministério Público, um compromisso de concessão da Copasa com o município de Santana de Paraíso. “As obras estão avançadas e a previsão é de que a ETE seja concluída ainda em 2019. A previsão é de que todas as redes e interceptores para garantir a coleta do esgoto da região do Cidade Nova estejam prontas até junho de 2020”, frisou.

No bairro Cidade Nova, que tem crescido em termos de população, Frederico Delfino avalia algo em torno de 6 mil ligações de água. Em razão disso, a Copasa tem investido em parceria com empreendedores, para garantir melhorias no sistema de abastecimento, para reduzir e eliminar problemas com fornecimento de água. Sobre o esgotamento, atualmente o despejo ocorre na lagoa do bairro e também em Áreas de Preservação Ambiental. Com a obra na estação, a expectativa é que isso seja eliminado.

Acordo

Conforme noticiado pelo Diário do Aço em 2018, toda a área urbana de Santana do Paraíso deve ser dotada da coleta e tratamento de esgoto após a homologação do acordo firmado entre o MP e a Copasa. A Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ipatinga homologou o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a 9ª Promotoria de Justiça da cidade e a concessionária. Pelo ajuste, serão implantados em Santana do Paraíso três sistemas de tratamento de esgoto, com custo estimado de R$ 36 milhões. A obra, que atenderá os bairros Cidade Nova, Bom Pastor e Jardim Vitória, já teve a ordem de serviço emitida e começará em breve.

Timóteo

Os serviços para a implantação da ETE de Timóteo estão concluídos, conforme o diretor. “Estamos aguardando a emissão da licença de operação pela Supram, que é a superintendência responsável pela parte ambiental do estado, para que possamos iniciar a operação da unidade. Lembrando que foram investidos R$ 100 milhões nos últimos três anos nessa estação de tratamento. Ela irá tratar efluentes também de Coronel Fabriciano e garantir que o Vale do Aço se posicione com esgoto tratado em todos os municípios”, concluiu.


(Bruna Lage - Repórter)



YouTube
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

José Silva 23 de Junho, 2019 | 08:03
Como a COPASA faz um contrato nessas condições. Isso é um absurdo. Quer dizer que todo o investimento feito pela COPASA será do Município. Cadê os advogados da COPASA. Esse contrato é anulável de pleno direito. A COPASA pertence ao povo mineiro e não a município seja ele qual for.
Joao Ferreira 22 de Junho, 2019 | 09:44
A Copasa e uma boa prestadora de servico. Como nao renovar se a agua que abastece Ipatinga vem da mesma estacao que abastece C. Fabriciano e Timoteo. Agora me espanta a Copasa assinar um contrato onde no fim tudo fica para o Municipio. Isso nao existe. Cade o corpo juridico da Empresa?
Frederico Golveia 21 de Junho, 2019 | 13:08
Porquê tantos problemas operacionais da copasa no vale do aço? Investe investe investe e os problemas não acabam. Nos últimos 4 anos a copasa negligênciou o vale do aço. TEM QUE TROCAR TODOS OS CHEFES DAQUI. SÃO INCOMPETENTES. ZEMA VAMOS TRABALHAR QUE VOTAMOS EM VC QUERENDO RESULTADOS
Cecilia Porto Real 21 de Junho, 2019 | 08:52
Tudo enganação.
Depois que a turma do PT tomou conta do governo de MG é só safadeza. Esse diretorzinho filho do ferramenta é farinha do saco do PT. Trouxeram uma turma de gerentes para operar o sistema da Copasa no vale do aço que não salva ninguém. Esse papo de investimento na região é suspeito. Mais suspeito ainda é Ipatinga ter um contrato diferenciado. Devem estar querendo construir um órgão Municipal de operação de saneamento em Ipatinga as custas do investimento da Copasa. Se o prefeito não assinar a antecipação de renovação fica muito suspeito a situação. Ainda mais pq o Ferramentinha em breve vai estar desempregado. Será que não estão criando um órgão municipal para o filho do ex prefeito ser diretor?
Por isso que eu digo, há um compló na copasa do vale do aço, que nunca teve problema e agora é só pepinos todo dia. Tem que trocar todos os gerentes da Copasa daqui. E esse papo de privatizar é fria, a população é quem vai pagar caro por isso.
Claudia Pacheco de Aguiar 20 de Junho, 2019 | 17:34
Copasa sempre foi uma otima empresa, nunca tivemos problemas com ela aqui no vale do aço, porém nos último 4 anos tudo mudou. Trocaram os gerentes da copasa do vale do aço por novos, e esses novos são péssimos não tem compromisso com a população. O Diretorzinho filho do ex prefeito chico ferramenta, não consegue fazer nada. Sempre entra em contradições e muda o que já havia aprovado. Superitendente é fraco, não precisa nem existir esse cargo. Ou seja depois que a turma do PT entrou no governo e inclusive na copasa do vale do aço, a qualidade dos serviços declinou muito. Os gerentes aqui da região não investem em manutenção preventiva, ai todo dia é rede quebrada, falta d'àgua, e problemas. Acho que o problema da copasa no vale do aço é o corpo gerencial e sua diretoria. Como diz o ditado Santo de casa não faz milagres, o filho do ex prefeito de ipatinga está manchando a sua propria imagem, se mostrando ineficiente para trabalhar com demandas de cunho publico. Zema tem que tirar essa turma do PT logo dessas empresas, privatizar não é necessário, até pq antes a copasa trabalhava bem, mas se continuar assim a população vai se revoltar em Breve com a negligência do corpo gerencial da copasa no vale do aço. Zema troque todo mundo daqui ! Queremos gente nova, sangue novo e comprometido com a região.
Adilson Sabino se Souza 20 de Junho, 2019 | 13:14
No Bairro horto sobretudo na Avenida Castelo Branco próximo do supermercado Mineirão, existe um mau cheiro horroroso que vem de longe com conhecimento de vários gestores " ai vocês sabem muito bem do que estou falando", não tomaram nenhuma providência. Imagina as pessoas convivendo com cheiro de esgoto todos os dias.
Quem tiver dúvidas vá conferir no local.
Lógico que é muito fácil fingir que tá sobre controle pra quem mora na capital ou em bairros distante não é mesmo?.
Fabiano Calmon Coelho 20 de Junho, 2019 | 09:03
Tanto o prefeito de ipatinga quanto o filho do ex prefeito estão de rolo. Muito estranho essas conversinhas p Boi dormir. Frederico da copasa é malandro. Tem cachorro nesse mato ai.
Jorge Ricardo Soares Alves 19 de Junho, 2019 | 23:47
Copasa vergonha de empresa. Só faz buraco na cidade e depois tapa tudo torto. Fora q conserta o mesmo lugar 2.3 ou mais. Tem um amigo meu q está com vazamento na casa dele. No relogio. Já tem uma semana. A copasa só promete ir. Mas n foi. Eu apoio em n renovar nada com a copasa
Joao 19 de Junho, 2019 | 17:43
Não sei o que o zema esta esperando pra demitir esse filho do ferramenta

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO