Morre comerciante que reagiu a assalto no bairro Mangueiras

Dupla com aparência de ser adolescentes assaltou no Bar e Mercearia do Messias; criminoso armado respondeu com tiros a reação ao roubo

Reprodução


Messias Gomes de Araújo tinha 34 anos, não resistiu a ferimentos provocados por tiros ao reagir a assalto, no bairro Mangueiras

O comerciante Messias Gomes de Araújo, de 34 anos, não resistiu aos ferimentos a tiros, que sofreu ao reagir a um roubo a mão armada em seu estabelecimento comercial no bairro Mangueiras, em Coronel Fabriciano e morreu.

O caso foi registrado na avenida Maringá. Conforme testemunhas, por volta das 17h chegaram ao Bar e Mercearia do Messias dois indivíduos em uma motocicleta Honda CG Titan, nas cores vermelha e preta, sem placa.

Os criminosos eram de cor morena e aparentavam ser menores de idade. O que estava na garupa da motocicleta desceu de arma em punho, possivelmente uma pistola calibre 380, e anunciou o roubo, pedindo o cordão e celulares das pessoas que estavam no bar.

Messias, o proprietário do comércio, foi em direção ao assaltante armado, reagiu ao assalto e os dois entraram em luta corporal. O bandido armado efetuou vários disparos e acertou Messias no lado esquerdo da cabeça e no peito.

Pai de Messias, que estava por perto, Vicente Evangelista de Araújo, de 60 anos, saiu em socorro ao seu filho e também foi atingido com um tiro na clavícula, que perfurou o seu pulmão.

Depois disso, os criminosos fugiram na motocicleta sentido à BR-381 sem nada levar. Pai e filho foram socorridos por populares e levados para o hospital José Maria Morais. O roubo foi noticiado ontem, pelo Portal Diário do Aço.

Messias Gomes de Araújo teve um projétil alojado no crânio e outro que também perfurou o pulmão. No fim da noite houve a confirmação do hospital, que Messias não resistiu aos ferimentos e morreu Vicente Evangelista permanecia internado até a manhã desse domingo. O caso ainda está em apuração.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Fantasma 08 de Julho, 2019 | 21:34
Agora queria saber se OS DIREITOS HUMANOS irão na casa dele prestar algum atendimento ou o estado saber se deixou algum dependente necessitando de ajudas futuras. TENHO QUASE CERTEZA QUE NÃO.
VERGONHA ESSAS AUTORIDES VIU.
BRASIL PAÍS QUE ANDA DE RÉ
SOMOS PRIMEIRO NO MUNDO EM VERGONHA GERAL.
ATÉ QUANDO?
Ze Lele 07 de Julho, 2019 | 18:17
como diz o ditado dos vagabundos..."dá nada não, sô di menor"...raça maldita...infelizmente esse jovem trabalhador será apenas mais 1 pra estatística...sentimentos aos familiares...e os vagabundos já já irão conhecer o tinhoso.
Lei 07 de Julho, 2019 | 15:24
Credo Brasil não dá só morte fica quetto aqui na europa.onde moro raro umas coisas dessa.brasil acho só férias.
Fantasma 07 de Julho, 2019 | 14:44
NÃO CONHEÇO O RAPAZ MAS SINTO COMO SE FOSSE ALGUÉM DE MINHA FAMÍLIA,MUITA TRISTEZA VER UMA PESSOA TRABALHANDO E TER SUA VIDA ROUBADA. O PIOR É QUE ESSAS DESGRAÇAS DISFARÇADAS DE SER HUMANO AO SEREM PRESOS TERÃO 4 REFEIÇÕES DIÁRIAS ACOMPANHADAS DE NUTRICIONISTA.
GOVERNO DE MERDA,JUIZES DE MÉRDA POLÍTICOS DE MERDA.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO