Dnit libera intervenções no antigo trecho da BR-381, em Fabriciano

O governo requer o direito de elaborar o projeto executivo da obra, estimada entre R$ 2 a 3 milhões

Divulgação PMCF


As duas intervenções no trecho urbano da rodovia estão previstas no Plano de Mobilidade, elaborado pela administração municipal

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) liberou, nessa quarta-feira (3), duas intervenções no antigo trecho urbano da BR-381 em Coronel Fabriciano. As mudanças estão previstas no Plano de Mobilidade elaborado pela administração municipal e traz grandes impactos no sistema viário do município, informou o governo.

A primeira intervenção é a ligação das ruas José Simeão com São Sebastião, cortando a rodovia, onde serão instalados semáforos e implantada mão única no sentido bairro Giovannini. A outra intervenção liberada é a implantação de semáforo com retorno na ligação da rodovia como a Rua Um, trecho conhecido como trevo do motel, no Caladinho do Meio. O local, que segundo os moradores registra muitos acidentes, aguarda pelas intervenções há cerca de um ano, quando houve a solicitação ao órgão federal.

Em reunião na sede do Dnit, no bairro Santo Agostinho, em Belo Horizonte, os secretários municipais Douglas Prado e Everton Campos, acompanhados dos vereadores Adriano Martins e Luciano Lugão, com apoio da assessoria do deputado Tito Torres, ouviram do superintendente do órgão outra notícia: o andamento das solicitações para as obras de recuperação do viaduto da BR-381 sobre a avenida Magalhães Pinto. O governo requer o direito de elaborar o projeto executivo da obra, estimada entre R$ 2 a 3 milhões.

“Nossa proposta é altamente vantajosa para o Dnit, uma vez que agilizaria em muito os serviços, já que não necessitaria de uma nova licitação. Nós já elaboramos um anteprojeto geométrico com estudo de tráfego que prevê o alargamento do viaduto como forma de desafogar o tráfego existente hoje”, disse Douglas Prado, Secretário de Governança Urbana e Planejamento. Segundo o governo, dentro de alguns dias o Dnit deve realizar intervenções no viaduto, como escoramento e nova sinalização.

Outras três intervenções viárias estão em estudo no Dnit e as autorizações são aguardadas pela administração de Coronel Fabriciano, que já possui condições de executar os serviços: a ligação da BR-381 com a avenida Julita Pires Bretas, o trevo com a rua Belo Horizonte no Caladinho de Baixo e o trevo com a avenida Maanaim, próximo ao Unileste e à delegacia de Polícia Civil, no Caladinho do Meio. O Dnit estuda os requerimentos e prometeu dar uma resposta nos próximos dias, informou o governo.

Já publicado:
Técnicos do DNIT avaliam condições de ‘mergulhinho’ na BR-458
Dentro dois meses, 80% das obras na ponte velha devem ser concluídas
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Deco 04 de Julho, 2019 | 08:15
A obra do viaduto tem que ser feita agora com a ponte velha parada , assim para a br uma vez so causando menos transtorno.
Pedrin Perito 04 de Julho, 2019 | 07:22
Tem que olhar com carinho o acesso da Br381(nova) ao hospital da unimed.Absurdo em caso de emergencia hospitalizar ter que dar a volta pelo amaro lanari ou pelo caladinho,sendo que exiate o bairro anexo a BR.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO