Nova tentativa de homicídio na zona rural de Joanésia

Vítima já foi alvo de atentado e também suspeita de estar envolvida em outras tentativas

Arquivo / Prefeitura Joanésia


O novo atentado ocorreu na zona rural de Joanésia no sábado à tarde

Pela segunda vez um morador da área rural de Joanésia foi vítima de uma tentativa de homicídio. J.A.A., de 59 anos, foi mais uma vez alvo de tiros disparados em uma tocaia na estrada do Córrego Conquista. Ele já havia sido alvo de outro atentado e também, segundo a Polícia Militar, é suspeito de envolvimento em uma tentativa de homicídio no município, crimes esses, praticados recentemente.

J.A. informou que conduzia uma motocicleta por volta de meio-dia de sábado. Ao aproximar-se do povoado de Conquista, em uma encruzilhada, surgiu um homem com uma mochila nas costas. Ele fez sinal para o motociclista reduzir a velocidade, quando surgiu outro homem, desta vez armado.

O desconhecido abriu fogo contra o motociclista, descarregando o revólver na ação criminosa. Um dos tiros acertou a barriga de J.A. e o projétil saiu no lado direito junto às costelas. Mesmo assim conseguiu buscar socorro com populares e acionar a Polícia Militar. A vítima foi encaminhada na ambulância da Secretaria Municipal de Saúde de Joanésia até o Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga.

Os policiais militares responsáveis pela ocorrência foram ao local indicado pela vítima, mas nenhuma pessoa escutou os tiros, conforme relatos do motociclista baleado. J.A foi alvo de tentativa de homicídio, como já divulgou o Diário do Aço.

Além disso, a vítima também é suspeita de ser o mandante de um atentado na zona rural de Joanésia. O caso está em investigação pela Polícia Civil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO