Transporte de carga no ramal de Belo Horizonte é paralisado pela Vale

O trem circula nas imediações da cava da mina Gongo Soco, em Barão de Cocais, onde foram identificadas recentemente movimentações no talude Norte da estrutura

Arquivo DA


O trem circula nas imediações da cava da mina Gongo Soco, onde foram identificadas movimentações no talude Norte da estrutura

Como medida preventiva, a Vale paralisou no domingo (19) o transporte de carga no ramal de Belo Horizonte, entre Sabará e Barão de Cocais, que é atendido pela Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM). Conforme a empresa, estão sendo avaliadas alternativas para minimizar os impactos decorrentes dessa paralisação.

O trem circula nas imediações da cava da mina Gongo Soco, em Barão de Cocais, onde foram identificadas recentemente movimentações no talude Norte da estrutura. A medida que segue em alinhamento com a Agência Nacional de Mineração (ANM) busca preservar a segurança das pessoas e ficará em vigor até que a Vale realize análises de risco mais aprofundadas. A cava e a barragem são monitoradas 24h por dia, informou a mineradora.

Para o trem de passageiros, o procedimento já havia sido alterado na quinta-feira (16), também por tempo indeterminado. Os passageiros que embarcam na estação Belo Horizonte já estão sendo conduzidos até a Estação Dois Irmãos, em Barão de Cocais, por meio de ônibus locados pela empresa. Da Estação de Dois Irmãos, os passageiros seguem viagem por trem. No sentido contrário (Vitória- Belo Horizonte) os passageiros estão desembarcando do trem na Estação Dois Irmãos e seguindo por meio rodoviário até o destino final.

Já publicado

Barão de Cocais vive tensão com risco de rompimento de barragem
Vale deve resgatar animais em áreas de risco na Mina de Gongo Soco
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO