Jovem é preso acusado de apologia a massacre em escola

Morador do distrito de São Pedro do Avaí, em Manhuaçu, afirmou no Facebook que gostaria de fazer um massacre na escola em sua comunidade

Reprodução


Polícias Militar e Civil conduziram Jackson Reis, de São Pedro do Avaí, após ele fazer apologia ao tipo de crime que ocorreu em escola de Suzano (SP)

Na manhã desta quinta-feira (14) um jovem de 18 anos fez uso de seu perfil no Facebook para uma postagem que acabou lhe rendeu problemas.

O usuário que se identifica como Jackson Reis, manifestou acerca do massacre na Escola Estadual Raul Brasil da cidade de Suzano, interior de São Paulo e expressou a intenção de produzir fato semelhante na Escola Estadual Ana Mendes, no distrito de São Pedro do Avaí, município de Manhuaçu, na Zona da Mata mineira.

A reação da população foi imediata. Várias pessoas acionaram a Polícia Militar. Por telefone as pessoas denunciaram o fato e pediram providências.

Policiais militares foram à residência do denunciado e depararam com ele na condução de uma motocicleta nas proximidades de sua casa, onde foi parado e abordado.

O condutor não portava a CNH, documento de porte obrigatório. Foi realizada diligência até a casa dele, onde foi realizada busca com participação de uma equipe da Polícia Civil.

Os investigadores detectaram no telefone celular do jovem que havia várias conversas com pessoas de diversas partes do país, contendo ideias favoráveis à prática deste tipo de crime, motivo pelo qual o aparelho celular foi apreendido.

Autor foi preso pelo suposto cometimento do crime de apologia a fato criminoso e conduzido à Delegacia de Polícia Civil.

Comentários

Harthur Russo 14 de Março, 2019 | 16:11
E apenas um palhaco

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO