10 de julho, de 2024 | 14:56

Após obras da Copasa, Caratinga deve alcançar 95,8% de esgoto tratado

Divulgação
Copasa investe R$ 11 milhões em obras para universalizar o esgotamento sanitário em CaratingaCopasa investe R$ 11 milhões em obras para universalizar o esgotamento sanitário em Caratinga

O município de Caratinga passa por obras de ampliação e modernização do sistema de esgotamento sanitário executadas pela Copasa. O objetivo é universalizar a coleta e o tratamento de esgoto. E, para atingir este objetivo, a Copasa está aportando o valor de R$ 11 milhões neste empreendimento para alcançar 95,8% de cobertura do serviço prestado. Atualmente, o índice é de 89,2%, informou a estatal.

Os trabalhos, que tiveram início em novembro de 2023, estão concentrados nas reformas e melhorias das elevatórias de esgoto bruto 01 no bairro Dário Grossi, 02 e 03 no bairro Das Graças, elevatória de esgoto bruto final também no bairro Das Graças, e na construção da elevatória de esgoto bruto 05 no bairro Santo Antônio.

A ampliação do sistema de esgotamento sanitário no município prevê ainda a confecção de mais de 1.600 metros de redes coletoras de esgoto (tubulações que direcionam o esgoto coletado aos interceptores), a realização de mais de 2 mil metros de interceptores de esgoto (tubulações para receber os esgotos das redes coletoras de esgoto), a construção de 100 metros de linha de recalque de esgoto, melhorias na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), inclusive a implantação de desodorizadores e 40 novas ligações prediais de esgoto.

“O Novo Marco Legal do Saneamento no país estabelece que para universalizar o esgotamento sanitário em uma cidade, temos que alcançar a meta de 90% de cobertura deste serviço prestado até 2033. Destaco que em março de 2025, mês previsto para a conclusão destas obras, a Copasa alcançará o índice de 95,8% da coleta e tratamento de esgoto em Caratinga. Temos a certeza que estamos no caminho certo de promover mais saúde, qualidade de vida e bem-estar para a população deste município”, disse a gerente da Copasa na região, Rosângela de Faria e Coelho.
Vale destacar ainda que durante a execução das obras estão sendo gerados cerca de 50 empregos diretos, além da movimentação da economia com a aquisição de materiais no comércio local.

Benefícios
O tratamento de esgoto traz benefícios diretos à população, como a erradicação de doenças de veiculação hídrica, o controle da proliferação de vetores, a melhoria do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e mudanças positivas nos aspectos urbanísticos, com a consequente valorização imobiliária e o crescimento socioeconômico da cidade e da região.

Além disso, proporciona benefícios sociais, econômicos e voltados à melhoria das condições de saúde e qualidade de vida. Entre outras vantagens, possibilita que a cidade receba o ICMS Ecológico, um meio de incentivo aos municípios para a criação de mais áreas de preservação ambiental, além de melhorar a qualidade dos espaços já existentes.

A intervenção possibilitará ainda o aumento da arrecadação do município, que recolherá os Impostos Sobre os Serviços (ISS) prestados pela empresa contratada pela Companhia para execução da obra.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário