04 de julho, de 2024 | 07:14

Ponto de tráfico de drogas é desarticulado no bairro JK em Fabriciano

Divulgação Polícia Militar
Além das porções de drogas apreendidas durante a abordagem aos suspeitos, os PMs recolheram outros objetos com a duplaAlém das porções de drogas apreendidas durante a abordagem aos suspeitos, os PMs recolheram outros objetos com a dupla
Policiais militares desarticularam um ponto de tráfico de drogas na rua rua José furtado de Assis, no bairro Júlia Kubitscheck, em Coronel Fabriciano. A ação policial foi realizada na tarde de quarta-feira (3). Após receberem denúncias sobre a comercialização de entorpecentes no local, os policiais monitoraram a movimentação e deflagraram uma operação que terminou com dois presos.

Entre os dois homens, ambos de 27 anos, um deles possuía diversos registros anteriores por tráfico de drogas e receptação. Na residência utilizada como ponto de venda de drogas, foram apreendidos diversos materiais ilícitos, incluindo um invólucro plástico contendo seis papelotes de cocaína, um pote com 22 papelotes da mesma substância, outro pote com 15 porções de maconha, uma balança de precisão, 23 pedras de crack e 15 pinos de cocaína.

Os suspeitos tentaram fugir pelos fundos do imóvel quando os policiais militares se aproximaram, mas foram contidos ainda no quintal. Eles foram presos em flagrante e encaminhados ao plantão da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido na operação policial.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Boachá

04 de julho, 2024 | 21:15

“Parece cocaína, mas é só tristeza
Talvez, tua cidade
Muitos temores nascem do cansaço e da solidão
Descompasso, desperdício
Herdeiros são agora da virtude que perdemos”

Envie seu Comentário