01 de julho, de 2024 | 15:52

Estudantes do IFMG Campus Ipatinga voltam às aulas nesta segunda-feira

Arquivo DA
As aulas do IFMG haviam sido paralisadas no dia 9 de maio As aulas do IFMG haviam sido paralisadas no dia 9 de maio

Após quase dois meses de greve, o Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) Campus Ipatinga, localizado na rua Maria Silva, no bairro Veneza, retoma as aulas nesta segunda-feira (1/7).

No início do mês de abril, os servidores do instituto haviam aderido à greve deflagrada pelo Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe).
Conforme já publicado pelo jornal Diário do Aço, as aulas ainda eram mantidas neste período, e somente no dia 9 de maio a suspensão do calendário ocorreu. Os estudos foram paralisados em razão da adesão à greve de docentes e técnicos administrativos.

No dia 25 de junho, uma assembleia realizada pelo Sindicato Nacional dos Servidores Federais (Sinasefe) do instituto deliberou pela suspensão da greve dos professores e técnicos administrativos.
O acordo do sindicato com o governo federal ocorreu no dia 27 do mesmo mês. Diante deste cenário, as atividades escolares dos alunos dos cursos técnicos e superior foram retomadas.

Novo calendário acadêmico
O diretor de ensino do IFMG Ipatinga, Alex de Andrade Fernandes, relatou que houve o retorno dos cursos técnicos integrados, bem como o do curso superior em Engenharia Elétrica. “Com essa retomada, nós vamos trabalhar na elaboração de um novo calendário acadêmico, de modo a fazer também com que haja a reposição dos dias em que ficamos paralisados”, afirmou.

Alex também detalhou que acredita que até o mês que vem tenha uma nova versão deste calendário. “Acreditamos que até o início de agosto nós já teremos uma versão nova do calendário acadêmico finalizado. Visando dar sequência indicando todas as reposições e as novas datas para as atividades acadêmicas”, enfatizou.
Ele ainda acrescentou que no planejamento terá sábados letivos e revisão de outras datas que não estavam marcadas como dia letivo.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Simone

02 de julho, 2024 | 07:38

“A luta foi legítima! Agora é divulgar para a sociedade o calendário de reposição, incluindo a reposição dos dias parados pelos técnicos administrativos! Por mais transparência!”

Tião Marreta

01 de julho, 2024 | 22:24

“A greve dos servidores expressa o impasse do governo Lula. Um governo que está procurando se adaptar as exigências dos banqueiros internacionais. Ao mesmo tempo, existem as exigências do povo brasileiro. É o risco que essa política coloca. O povo brasileiro e os trabalhadores não tem porque se submeter as exigências dos banqueiros e dos capitalistas, eles exigem salário.

O governo deveria levantar uma proposta. É uma crise, o governo Lula está entrando em conflito com um setor importante da população. Vemos que é uma crise pelo fato que os dirigentes do PT não falam quase nada dessa greve, é um assunto complicado.
A greve acabou, mas a imagem deste Presidente que outrora liderou grandes greves e movimentos sindicais, foi arranhada por criticar o que ele tanto fez e liderou no passado.”

Gildázio Garcia Vitor

01 de julho, 2024 | 19:08

“Caríssimos Companheiros, parabéns pela LUTA e pelas lições!”

Envie seu Comentário