29 de junho, de 2024 | 20:45

Acidente em perímetro urbano da BR-381 deixa criança ferida em Ipatinga

Reprodução
Local em que ocorreu o acidenteLocal em que ocorreu o acidente
Uma criança de 11 anos ficou ferida ao tentar atravessar o trecho urbano da BR-381, próximo ao Posto Faisão, no bairro Veneza. O acidente ocorreu na tarde deste sábado (29).

Conforme apurado pelo Diário do Aço junto à uma fonte da Polícia Militar, um carro acertou a bicicleta que o menino conduzia e tentou atravessar a rodovia. Ele foi socorrido por uma equipe do Samu. Quando os militares chegaram no local, a vítima não estava presente.

Os policiais conseguiram o número de telefone da mãe da criança, que por sua vez, relatou que ele teve uma lesão no maxilar e não conseguia falar sobre o ocorrido.

Já o condutor do veículo, de 23 anos, relatou falou que transitava pela faixa da esquerda, viu que o menino estava com a bicicleta posicionado de maneira perpendicular indicando que ia fazer a travessia, sentido bairro Caravelas a Veneza, mas acreditou que o jovem não ia atravessar naquele momento. Apesar de ter reduzido a velocidade, o motorista não conseguiu evitar a colisão.
Acidente em perímetro urbano da BR-381 deixa criança ferida em Ipatinga
Carro ficou com parte da frente amassadaCarro ficou com parte da frente amassada
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Wagner da Silva

09 de julho, 2024 | 09:58

“A nossa região temos políticos como Rosângela Reis deputada federal e o celim da centrocel estadual. Eles deveriam fazer algumas coisas como por exemplo viadutos no parque caravelas e no águas claras.”

Wagner da Silva

09 de julho, 2024 | 09:52

“Acho q deveria voltar com os radares ou quebra molas o mais rápido possível. Porque os motorista não respeita os limites de velocidade.”

Motorista

02 de julho, 2024 | 18:23

“Muitas pessoas atravessam a 381 próximo ao posto faisão e tem viaduto com lugar seguro. Mas fica longe né, então arriscam. O quebra molas é um atestado de burro e falta de educação no trânsito, acho que no lugar de faixa dupla deveria ter uma mureta de concreto e os pedestres que acham viaduto passarela longe deveriam lembrar que fica longe também do hospital, cemitério e cadeira de rodas.”

Gildázio Garcia Vitor

01 de julho, 2024 | 09:30

“O meu "relatório" sobre os quebra-molas é para dar razão aos que defendem a necessidade de implantá-los nos trechos urbanos de Ipatinga, cortados pelas BRs 381 e 458, visando reduzir os acidentes fatais envolvendo nossos cidadãos.
Que fique bem claro que não sou Engenheiro de Trânsito e nem de Segurança, não passo de um medíocre Professor de Geografia e de História, mas que adora ler, ler e ler tudo, e aprender, até o que não me útil no meu cotidiano das Escolas.
Apesar que Transportes e o "Rodoviarismo Brasileiro" são assuntos sérios e relevantes em Geografia do Ensino Médio.”

Verdade

01 de julho, 2024 | 08:52

“Concordo com o Gildázio, todas as obras tocadas pelo governo Zema, foram com recursos indenizatórios da Vale do Rio Doce, nenhuma obra com dinheiro próprio, não está pagando as parcelas da dívida, onde estão indo os recursos do estado? Precisa de apoio ao Regime de recuperação fiscal, Mas se recusa em reunir com o presidente, sempre arrumando desculpas, política é jogo de cintura, o que o Romeu Zema não tem...”

Sem Perdão

30 de junho, 2024 | 19:32

“Se a malha viária de minas não for a pior está entre as piores do Brasil”

Gildázio Garcia Vitor

30 de junho, 2024 | 18:32

“Vamos aos quebra-molas, como prometido. Só não foi possível cumprir o horário, cheguei às 16h15.
BR 116- de Orizânia ao entroncamento com a 458.
São João do Manhuaçu: 8, sendo 4 na entrada de postos de gasolina e 4 no perímetro urbano; Manhuaçu: 10, sendo 2 na PRF, 2 em Realeza, 2 na Vila Nova, 2 em São Pedro do Avaí e 2 me Dom Corrêa;Santa Bárbara do Leste: 2; Santa Rita de Minas: 3; Caratinga: 18, sendo 3 na balança, 2 na PRF e os outros 13 no perímetro urbano; Upaporanga: 6; Inhapim: 1 e uma lombada.
Total: 47,5.
BR 458 - do trevo com a 116 até Ipatinga
Iapu: 6, sendo 1 no trevo para São João do Oriente, 2 em uma obra de terraplanagem e 3 no perímetro urbano; Caratinga: 4 no Vale Verde, 2 no Porto Seguro/Alexandria; e Santana do Paraíso: 2 no Distrito Industrial/Aeroporto.
Total: 12.”

Gildázio Garcia Vitor

30 de junho, 2024 | 13:41

“Como prometi, já estou contando os quebra-molas da 116. Chegando em Ipatinga, passo o resultado.”

Gildázio Garcia Vitor

30 de junho, 2024 | 07:11

“Ontem à tarde sai de Alegre-ES pela BR 482, em direção a Fervedouro-MG, para acessar a BR 116, perdi a conta do número de quebra-molas que passamos, tanto nos perímetros urbanos quanto nos muitos quilômetros que a BR passa pelo meio rural. Me Guaçui-ES, deve ter um de 100 me 100 metros, e sem placas indicativas.
Hoje à tarde retorno para Ipatinga, saindo das "minhas" roças de Orizânia, e vou tentar contar os quebra-molas da 116 privatizada.
Uma observação importante: a 482 no Espírito Santo é um tapete, quando passa c a divisa, em Dores do Rio Preto, são só buracos e tremendos mal feitos, é o "Governo diferente, do estado ineficiente", que não consegue nem conversar com o Governo Federal para a melhoria das BRs. E não podemos esquecer, que até 2022 ele era aliadíssimo do Presidente Bolsonaro.”

Envie seu Comentário