21 de junho, de 2024 | 15:19

Estado vai investir até R$1,2 milhão para fomentar a modernização de bancos de alimentos municipais

Banco de Alimentos/Pref. Gov. Valadares
Propostas de cidades habilitadas terão acesso ao recurso disponibilizado pelo Governo de Minas para modernização e ampliação do atendimentoPropostas de cidades habilitadas terão acesso ao recurso disponibilizado pelo Governo de Minas para modernização e ampliação do atendimento

Agência Minas
Em mais uma iniciativa de promoção da segurança alimentar e nutricional no estado, o Governo de Minas vai investir até R$ 1,2 milhão para modernizar bancos de alimentos municipais, importantes espaços que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Resultado preliminar do edital, divulgado nesta sexta-feira (21/6), habilitou 20 municípios que terão acesso ao recurso de R$ 60 mil. O repasse será realizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de Minas Gerais (Sedese-MG) e vai possibilitar que os bancos de alimentos ampliem a capacidade de atendimento.

“Os bancos de alimentos atuam diretamente na promoção do direito humano à alimentação adequada. O esforço contínuo do Governo de Minas garante uma ampliação de parcerias na doação de alimentos, o que permite o aumento no número de pessoas atendidas”, destaca a assessora-chefe de Segurança Alimentar da Sedese, Joana Brant.

A modernização dos bancos de alimentos municipais busca melhorar os serviços oferecidos, auxiliando no combate à fome e evitando o desperdício de alimentos. “Essa iniciativa é fundamental para complementar as necessidades nutricionais, especialmente da população em situação de vulnerabilidade social e alimentar," enfatiza Joana Brant.

Resultado
O edital de fomento à modernização foi direcionado a bancos de alimentos, geridos pelas prefeituras, que apresentassem estrutura e capacidade técnica adequadas, em conformidade com as normas sanitárias vigentes, e com as normas de funcionamento estabelecidas pela legislação vigente.

Foram habilitados os 20 municípios por meio de pontuação, de acordo com os critérios estabelecidos no Edital.

Confira a classificação completa

Inhapim - 12,6
Piedade de Caratinga - 12,6
Bugre - 11,6
Santa Maria do Suaçuí - 11,6
Governador Valadares - 11,4
Belo Horizonte - 11,4
Ribeirão das Neves - 11,4
Vermelho Novo - 10,6
Engenheiro Caldas - 10,4
Caratinga - 10,4
Mesquita - 9,6
Peçanha - 9,6
Raul Soares - 9,4
São Domingos das Dores - 9,4
Ipaba - 9,4
Pingo D'Água - 9,4
Gonzaga - 8,6
Entre Folhas - 8,4
José Raydan - 7,4
Guaranésia - 7,0
O resultado é preliminar, uma vez que os municípios têm até o dia 28/6 para interpor recursos, utilizando o e-mail [email protected]. O resultado final será divulgado no dia 2/7.

Para celebração do convênio e repasse do recurso, os municípios devem apresentar os documentos necessários e as contrapartidas exigidas. O repasse só será realizado após o período de vedação eleitoral.

Política pública
Em 2022, a Sedese investiu cerca de R$ 160 mil para incentivar oito Bancos de Alimento em Conselheiro Pena, Uberaba, Pingo d'Água, Santana do Paraíso, Ubaporanga, Engenheiro Caldas, Piedade de Caratinga e Formiga. Cada espaço selecionado pôde ter acesso a R$ 20 mil para ampliar a capacidade de recebimento, armazenamento e distribuição de alimentos.

Em maio deste ano, a Sedese lançou o segundo edital para fomento aos bancos de alimentos. “A expectativa é que, com a modernização promovida pelo Governo de Minas, outros bancos possam atender mais pessoas, contribuindo para a segurança alimentar e nutricional no estado”, reforça Joana Brant.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário