14 de junho, de 2024 | 06:00

Receptador de veículo furtado em Coronel Fabriciano é preso

Divulgação Polícia Militar
O Ford Verona foi removido ao pátio credenciado pelo Detran, após ser encontrado no bairro LimoeiroO Ford Verona foi removido ao pátio credenciado pelo Detran, após ser encontrado no bairro Limoeiro

Um homem de 34 anos foi preso em flagrante durante uma abordagem da Polícia Militar, acusado do crime de receptação de veículo furtado. A prisão do suspeito ocorreu na avenida José Anatólio Barbosa, no bairro Limoeiro, em Ipatinga, na madrugada de quinta-feira (13). O Ford Verona, dirigido pelo abordado, havia sido furtado em Coronel Fabriciano, um dia antes.

De acordo com informações da Polícia Militar, conforme apurado pelo Diário do Aço, as equipes da 138ª Companhia foram acionadas para verificarem a denúncia sobre o condutor de um Verona verde, que estava sendo guiado de forma perigosa pelo Limoeiro no fim da noite de quarta-feira.

Uma das equipes localizou e prendeu o condutor. O carro já estava guardado, nos fundos, em uma residência. Na abordagem, o homem confessou ter adquirido o veículo na troca por um celular, no valor de R$ 1 mil, em um bar nas proximidades da área onde é realizada a feira-livre no bairro Canaã.

Após a checagem, constatou-se que o veículo havia sido furtado na rua Piracicaba, no Centro de Coronel Fabriciano, na madrugada de quarta-feira (12). O carro recuperado foi removido ao pátio credenciado pelo Detran.

Diante dos fatos, o abordado foi preso em flagrante pelo crime de receptação e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Ipatinga, pela equipe do sargento Bretas que finalizou a ocorrência.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Ricardo de Souza

14 de junho, 2024 | 21:46

“Na minha humilde opinião as despesas para liberação do veículo do pátio credenciado deveriam ser custeadas pelo indiciado e não pelo proprietário do veículo!!!”

Envie seu Comentário