12 de junho, de 2024 | 17:16

Trabalhadores da Educação em Minas Gerais promovem assembleia nesta quinta-feira em Belo Horizonte

Divulgação
Servidores da capital e do interior vão se reunir no pátio da ALMG às 14hServidores da capital e do interior vão se reunir no pátio da ALMG às 14h

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (SindUTE/MG) promove nesta quinta-feira (13), às 14h, assembleia geral da categoria, com indicativo de greve, para avaliar o resultado das últimas mobilizações e os rumos do movimento que faz reivindicações ao governador Romeu Zema (Novo).

A plenária será no pátio da Assembleia Legislativa, em BH, e vai reunir trabalhadores do interior e da capital. A coordenadora-geral do SindUTE, Denise de Paulo Romano, informou que “a categoria tem grandes desafios pela frente, principalmente em relação à tramitação do Projeto de Lei 2.238/2024, que faz profundas alterações no IPSEMG, além do reajuste das contribuições”.

O projeto está pautado para ser debatido na Comissão de Constituição e Justiça da ALMG na próxima semana.

“O SindUTE já demonstrou em atos regionais por todo o estado o que o governo Zema é capaz de fazer para precarizar a situação dos trabalhadores da educação. As ações de desvalorização dos servidores são ataques constantes, que se sucedem, um após outro, na perspectiva de destruir paulatinamente a educação pública em Minas. O governo Zema adota medidas antissindicais, judicializa todas as reações do SindUTE em defesa da categoria e impõe pesadas restrições à mobilização. Apesar disto tudo, temos rompido as barreiras e avançado, demonstrado nossa força e conseguido infligir derrotas importantes ao governo”.

Sequência
Denise acrescenta que a proposta é a sequência do movimento para "impedir que o governo continue precarizando o trabalho e a vida, prejudicando a educação pública e atacando aqueles que constroem o futuro das novas gerações de Minas. Não vamos recuar. Seguiremos firmes na luta por nossos direitos, em defesa do IPSEMG, de melhor qualidade de vida e saúde”, concluiu a coordenadora estadual do SindUTE.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Marcos Viana

13 de junho, 2024 | 16:00

“Esse Zema e um Lula despistado.”

Geraldo Mendes

13 de junho, 2024 | 09:30

“Desde 1981, quando comecei a minha carreira de professor é essa vergonha praticamente todo ano temos que reclamar reposição salarial.”

Juliana

12 de junho, 2024 | 22:02

“Espero que não faz greve,muda um pouco a fama da educação de MG.”

Veterano Calejado

12 de junho, 2024 | 21:25

“Eu queria ver a Segurança Pública engrossar esse caldo aí. Mas essa New Generation, é leão de Zap. Parabéns aos professores por demonstrar força e união contra esse desgoverno Zema. E lembre-se que as eleições municipais vem aí, então não votem em candidatos alinhados com o partido Novo. E se algum oficial antigo falar que participou do movimento de 1997, não acreditem é mentira. Eu tomei uma cadeia na época que eu era Cabo por elogiar o movimento e foi um oficial que me puniu a época.”

Envie seu Comentário