11 de junho, de 2024 | 16:00

Iniciativa busca aumentar adesão aos exames de Papanicolau e mamografia em Ipatinga

Divulgação
A campanha consiste em uma busca ativa por parte das equipes da Secretaria de Saúde, que entrarão em contato para agendar os exames com as mulheres cadastradas no sistema do municípioA campanha consiste em uma busca ativa por parte das equipes da Secretaria de Saúde, que entrarão em contato para agendar os exames com as mulheres cadastradas no sistema do município

A Secretaria de Saúde de Ipatinga, por meio do Núcleo de Saúde da Mulher, iniciou nesta semana a campanha “De Mulher para Mulher”, uma iniciativa que tem o objetivo de aumentar a adesão das mulheres do município aos exames de Papanicolau e mamografia. A ação foi motivada pela constatação de baixos índices de realização desses exames essenciais e pela alta taxa de absenteísmo, que supera 40% em procedimentos de rotina, informou o governo.

Atualmente, existem mais de 150 mil mulheres de 25 a 60 anos cadastradas em Ipatinga e elas serão contatadas pela Secretaria de Saúde. As mulheres que estiverem com os cadastros desatualizados devem procurar sua unidade de referência para fornecimento de dados.

De acordo com Walisson Medeiros, secretário de Saúde de Ipatinga, o projeto surge como uma resposta necessária a um problema persistente, além de regularizar os cadastros já existentes no sistema. “Identificamos que muitas mulheres não estão realizando os exames preventivos importantes para a detecção precoce de cânceres, como o de colo de útero e de mama. Isso é preocupante, pois a constatação inicial é muito importante para o sucesso do tratamento”, explicou.

Agendamento de exames
A campanha “De Mulher para Mulher” consiste em uma busca ativa por parte das equipes da Secretaria de Saúde, que entrarão em contato para agendar os exames com as mulheres cadastradas no sistema do município, por meio do telefone 3829-8000.

“Queremos facilitar o acesso dessas mulheres aos cuidados de saúde, reduzindo as barreiras que muitas vezes as impedem de comparecer às consultas e exames. Nossa equipe está comprometida em garantir que todas recebam o atendimento necessário”, acrescentou Walisson Medeiros.

A criação do projeto tem a justificativa de melhorar a saúde da mulher no município, aumentando os índices de realização dos exames preventivos e reduzindo as ausências nos procedimentos.

“Pedimos a todas as mulheres que recebam a ligação da nossa equipe que agendem seus exames e compareçam nas datas marcadas. É um pequeno gesto que pode salvar vidas. Estamos aqui para apoiar e garantir que todas tenham acesso aos serviços de saúde de qualidade”, disse Walisson.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Rafael

12 de junho, 2024 | 15:31

“Infelizmente esses programas só aparecem em época de eleição. Minha mãe tem 68 anos, a médica do posto pediu esse exame já tem dois anos, minha mãe cobra constantemente, segundo a atendente do posto, a prefeitura não está ofertando vaga para o exame citado na reportagem. Ipatinga é uma cidade riquissima em arrecadeção, porém sinto muito vergonha quando vou na UPA, Pronto Socorro Municipal, Unidade de Saúde Básica do meu bairro, vejo paredes sujas, pisos e cadeiras quebradas, falta de material de higiente pessoal nos banheiros, servidores desmotivados, condições de trabalho ruins, etc. Essa situação não é de agora, ela vem de décadas, é uma lastima como o ser humano trata outro ser humano.”

Envie seu Comentário