EXPO USIPA PERSONAGEM 1 02  - 728X90

10 de junho, de 2024 | 16:00

Operação Tá Pago resulta em prisão de vendedor clandestino de anabolizantes e oito interdições de academias de ginástica

Divulgação
O vendedor clandestino de anabolizantes, preso no local, responderá pelo artigo 273 do Código PenalO vendedor clandestino de anabolizantes, preso no local, responderá pelo artigo 273 do Código Penal

Ministério Público de Minas Gerais
O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-MG), deflagrou entre os dias 4 e 6 de junho a operação "Tá Pago", que teve como alvo academias de ginástica e musculação de Uberaba, no Triângulo Mineiro. De 19 estabelecimentos vistoriados, oito apresentaram irregularidades e foram interditados. Houve ainda uma prisão por venda clandestina de anabolizantes.

Ausência de documentação e registros que autorizam o funcionamento, falta de manuteção de equipamentos e condições precárias de higiene e limpeza estão entre as inconformidades encontradas. Em um dos locais vistoriados, a fiscalização flagrou uma grande variedade de ampolas contendo anabolizantes, incluindo hormônios sintéticos exclusivos para animais de grande porte, como cavalos. A presença de seringas levanta suspeita de que as aplicações aconteciam na própria academia.

O vendedor clandestino de anabolizantes, preso no local, responderá pelo artigo 273 do Código Penal, que trata do ato de falsificar, corromper ou adulterar produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais. A pena varia de 10 a 15 anos de prisão, além de multa.

A operação contou com a participação de agentes fiscais do Conselho Regional de Educação Física da 6ª Região *(CREF6), da Vigilância Sanitária Municipal de Uberaba e do Procon Municipal de Uberaba.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário