09 de junho, de 2024 | 06:00

Vai tu mesmo

Fernando Rocha

Em “Arte da Guerra”, um antigo tratado militar chinês que virou “best seller” e data do fim do período das Primaveras e Outonos, ocorrido entre 770 a.C. e 476 a.C., o antigo estrategista militar chinês, Sun Tzu, a quem se atribui a obra, diz, em um dos treze capítulos, que “se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas”.

Como bom treinador que é, e bem assessorado, o técnico Gabriel Milito, certamente, estudou bem o próximo adversário, o Bragantino, mas o que fará mesmo a diferença para obter um bom resultado será o conhecimento dos jovens da base no elenco alvinegro, devido aos inúmeros desfalques de seus principais titulares, por contusões ou servindo a seleções.

No momento, o treinador argentino conta com apenas 19 jogadores de linha, sem contar os goleiros, e, para piorar o que já é ruim, o principal jogador e referência do time, Hulk, está fora por conta de uma contusão muscular.

A diretoria já trouxe o meia Bernard, além do zagueiro/lateral Junior Alonso, velhos conhecidos da torcida, mas todos eles e quem mais vier agora só poderão atuar quando a janela de transferências for aberta, a partir do dia 10 de julho; então, vale o ditado popular: “se não tem tu, vai tu mesmo”.

Aposta celeste
O Cruzeiro anunciou a segunda contratação da era Pedro Lourenço no comando da SAF, o atacante Kaio Jorge, de 22 anos, revelado no Santos e que pertencia à Juventus da Itália.

O Cruzeiro investiu cerca de 4 milhões de euros, perto de R$ 24 milhões, por 100% dos direitos do jovem atleta para um contrato de cinco anos.

A exigente torcida celeste, depois da contratação do goleiro Cássio, um dos maiores nomes de sua posição no futebol brasileiro, esperava outra contratação do mesmo nível, visando mudar o patamar do time no cenário nacional.

Kaio Jorge está longe de ser uma estrela, ainda muito jovem, sendo uma aposta da nova direção da SAF, que visa, além do retorno técnico, um futuro retorno financeiro nessa contratação.

Kaio Jorge será abraçado pela torcida e tem todas as condições de mostrar o seu talento, demonstrado no início da carreira, quando despontou com enorme sucesso no Santos.

FIM DE PAPO

Entre 2018 e 2021, Kaio Jorge disputou 84 jogos pelo Santos, marcou 17 gols e deu quatro assistências. Nessa época, também, acumulou convocações para as seleções brasileiras de base. Em agosto de 2021, foi contratado pela Juventus, por 3 milhões de euros. Disputou apenas 11 partidas e não fez gol. Em 2022, teve uma grave lesão no joelho direito e ficou parado por quase um ano e meio.

Voltou no ano passado, emprestado ao Frosinone Calcio, da Série A, para jogar e ganhar minutagem. Fez 22 jogos oficiais, marcou três gols e deu uma assistência. O Frosinone terminou a Série A da Itália em 18º lugar, sendo rebaixado. Agora, com a camisa celeste, o jovem tem a chance de recomeçar e brilhar novamente.

O Galo vai fazer nove jogos pelo Brasileiro, neste período em que a seleção terá amistosos e depois irá disputar a Copa América. A partir do dia 10 de julho, quando será aberta a janela de transferências, vai poder contar com Bernard, Júnior Alonso e mais algum jogador que for contratado, além dos que estão servindo a seleções. Só então vai pensar no San Lorenzo, adversário das oitavas de Libertadores, cujos confrontos estão previstos para 14 e 21 de agosto.

A vantagem de decidir em casa conta muito a favor do Galo, mas, apesar do ruído da torcida ter aumentado a ponto de não se falar mais dos problemas de acústica, a Arena MRV ainda não se transformou no “caldeirão” que todos imaginavam. Ganhar a Libertadores, sonho de consumo de todos os grandes clubes brasileiros, para o Atlético significa ainda garantir vaga no “Super Mundial de Clubes/2025”, além de embolsar R$ 166,2 milhões de patrocínios e direitos de TV
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário