05 de junho, de 2024 | 08:59

Dois presos em ponto de tráfico de drogas no Planalto em Ipatinga

Divulgação Polícia Militar
O material entorpecente e objetos usados pelos traficantes que foram apreendidos na residênciaO material entorpecente e objetos usados pelos traficantes que foram apreendidos na residência

Uma operação tática da Polícia Militar desarticulou um esquema de tráfico de drogas na rua Vinte, no bairro Planalto, em Ipatinga. A ação policial realizada na noite de terça-feira (4) resultou na prisão em flagrante de dois indivíduos, um de 19 anos, e o outro, de 21, com diversas porções de entorpecentes e material usado na traficância.

Os policiais militares receberam informações de um colaborador anônimo, que relatou um intenso comércio de drogas na rua Vinte. Segundo a denúncia, vários indivíduos revezavam-se na venda de maconha, cocaína e crack, e costumavam estar armados. A descrição de um dos principais suspeitos – um homem moreno vestindo bermuda preta e blusa branca – foi confirmada pela equipe policial.

O Comando Tático, liderado pelo tenente PM Lindomar, planejou e coordenou a abordagem com outras equipes. As guarnições se posicionaram estrategicamente e, após observar a movimentação suspeita, que confirmou a denúncia, decidiram intervir.

Durante a abordagem, dois suspeitos foram encontrados sentados na entrada da residência, em um sofá, onde os policiais sentiram forte odor de drogas. No local, os PMs encontraram um radiocomunicador, duas buchas de maconha e R$ 100 em dinheiro.

Cão farejador localizou mais entorpecente na residência denunciada
Os policiais militares empenharam o cão Lion, da Rondas Ostensivas com Cães Adestrados (Rocca) para uma verificação minuciosa no imóvel. Na laje da residência, os policiais localizaram uma barra de maconha escondida no forro do telhado e diversas porções da droga prontas para a venda, totalizando 57 porções.

Além disso, foram encontrados nove cartuchos de calibre 9 mm, uma balança de precisão e uma bicicleta furtada em agosto do ano passado. O dono do veículo, ao ser informado pelos PMs, reconheceu a bicicleta localizada pelos militares.

Os suspeitos negaram a posse das drogas. Um dos detidos alegou ter comprado a bicicleta de um conhecido por R$ 500, mas não forneceu mais detalhes. A bicicleta foi deixada no depósito da Polícia Civil.

Os presos foram conduzidos ao plantão da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil pelos crimes de tráfico de drogas e receptação, encaminhados com os materiais ilícitos apreendidos durante a operação policial.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Nego do Veneza

06 de junho, 2024 | 03:58

“A sociedade só não participa com mais intensidades no combate a criminalidade em apoio a polícia pq já descobriram que as ligações e a denúncias não são mais anonimas,que lá na central tem um dispositivos que identifica os números e nomes de quem tá denunciando,palavras de um policial que aposentou e voltou a trabalhar na polícia,que frequenta a casa da minha prima em churrasco e falou que lá o rapaz q atende sabe tudo e de onde e a ligação,isso faz com que o denunciante tenha medo de retaliação de bandidos,os caras que atendem lá te interrogam como se fosse o denunciante o criminoso,aí complica né ! Essas drogas de Ipatinga devem tá brotando do inferno,pq n e possível ter drogas desse jeito..Ipatinga virou rota principal dessas drogas e tem gente grande,poderosas por trás disso e mtos barões da droga não são presos pq tem informações previlegiadas de dentro do sistema ,filhos de gente influentes e que usam esses otários com poucas quantidades de drogas de laranjas..prende os pequenos e os graúdos milionários ..mesmo assim: parabéns aos bons policiais que faz o seu trabalho e tira esses demônios de circulação,mesmo que seja por pouco tempo e dão prejuízos a firma deles.”

Roberto

05 de junho, 2024 | 13:54

“Parabéns a sociedade de bem q é parceira da polícia, até pq só assim eles evitam ser refém dessa turminha.”

Abelardo

05 de junho, 2024 | 13:40

“Uai, de novo os CV perigosos do Planalto nas paginas policiais kkkkk a carta deles fez efeito mesmo, ajudando na denuncia anônima”

Envie seu Comentário