03 de junho, de 2024 | 16:31

Ipatinga tem novo mutirão para doação de sangue

Divulgação
Voluntários devem se cadastrar previamente; Ação será no próximo sábado, no bairro VenezaVoluntários devem se cadastrar previamente; Ação será no próximo sábado, no bairro Veneza

Em mais uma iniciativa de solidariedade e compromisso com a saúde pública, a Fundação Hemominas, em parceria com a Prefeitura de Ipatinga e a Faculdade Afya Ipatinga, anuncia a realização de um novo "Mutirão de Doação de Sangue".

Conforme a administração municipal, o evento ocorrerá no próximo sábado (8), das 8h às 14h, no campus da faculdade, localizado no bairro Veneza I. Os interessados em se tornar doadores devem se cadastrar previamente pelo WhatsApp (31) 3828-5637.

O prefeito Gustavo Nunes (PL) destaca a importância da ação para a comunidade. "Esta iniciativa é essencial para reforçar os bancos de sangue do Hospital Municipal Eliane Martins (HMEM) e de outros hospitais da região. A doação de sangue é um ato de solidariedade que pode salvar vidas e contamos com o apoio da população para alcançar nossa meta de doadores".

A organização do evento estima que sejam agendados 100 doadores, podendo estender esse número para até 120 pessoas, caso haja demanda.

Condições para doar
Para se qualificar como doador, é necessário:

- Estar em boas condições de saúde.
- Ter idade entre 16 e 69 anos.
- Ter peso mínimo de 51 kg.
- Não ter consumido alimentos gordurosos e bebidas alcoólicas nas 12 horas que antecedem a coleta.
- Necessário alimentar-se bem e dormir ao menos seis horas antes da doação.
- Após o almoço, a doação só pode ser feita três horas depois da refeição.
- No dia do mutirão, levar um documento pessoal com foto (RG ou CNH ou carteira de trabalho).
- Jovens entre 16 e 17 anos devem doar com a presença de um responsável legal, ambos portando documento com foto ou levar formulário próprio da Hemominas preenchido pelo responsável.
- Pessoas a partir de 60 anos só poderão doar sangue se já tiverem feito o procedimento anteriormente, apresentando o comprovante de doação.

Importante lembrar que grávidas, mulheres no puerpério e pessoas com febre, sintomas de gripe ou resfriado não podem doar até que se recuperem. Em média, o procedimento dura uma hora e o sangue colhido de um doador pode ser útil para até três pessoas.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário