EXPO USIPA PERSONAGEM 2 - 728X90

17 de maio, de 2024 | 17:40

Padrasto é preso por engravidar a enteada de 12 anos

Reprodução Folha de Guanhães
Menina começou a faltar à escola, o Conselho Tutelar foi acionado e o caso levado à Polícia Civil, que desvendou caso de abuso sexual Menina começou a faltar à escola, o Conselho Tutelar foi acionado e o caso levado à Polícia Civil, que desvendou caso de abuso sexual

Um homem foi preso em flagrante por estuprar e engravidar a enteada de 12 anos em Virginópolis, no Leste de Minas.

Outros dois homens também foram presos por abusar da mesma menina. Os três investigados têm 24, 27 e 29 anos, respectivamente, e vão responder pelo crime de estupro de vulnerável. Em março deste ano, a Polícia Civil recebeu a informação de que o Conselho Tutelar havia descoberto que a vítima estava se ausentando da escola, e o motivo seriam as supostas agressões sexuais cometidas pelo padrasto.

As denúncias levaram à investigação, e no dia 14 de março, policiais encontraram a adolescente com o padrasto na praça da cidade, em horário escolar. Os investigadores abordaram os dois e os conduziram à delegacia. O jovem foi preso em flagrante pelos crimes de abandono intelectual, desobediência e desacato.

A adolescente de 12 anos foi encaminhada para exame médico, e ficou confirmada a gravidez. Com isso, o indivíduo foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável e encaminhado para o Sistema Prisional. Ele responde ao inquérito encarcerado.

Ao aprofundar a investigação, policiais civis descobriram que outros dois jovens também mantinham relações sexuais com a menina, com o consentimento e a participação do padrasto. Os policiais colheram depoimentos de mais de oito pessoas. A conclusão é que o padrasto havia transformado a criança em uma "escrava sexual" e abusava dela havia mais tempo. Para a polícia, com a intenção de apontar outra pessoa como culpada pela gravidez da vítima, o próprio padrasto começou a oferecê-la sexualmente para outros homens. O fato de ele ter oferecido a menina a um menor de idade e insistido para que ele mantivesse relações sexuais com a enteada reforça a suspeita.

Com a comprovação do envolvimento dos três adultos, eles foram indiciados pelos crimes de estupro de vulnerável, em concurso de pessoas (estupro coletivo). Além disso, o padrasto foi indiciado por mais um crime: favorecimento à prostituição de adolescente. Por ordem judicial, a menina de 12 anos foi levada para Belo Horizonte, onde foi submetida ao procedimento de aborto legal.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Homem da Primeira Hora

19 de maio, 2024 | 02:47

“Estão votando no congresso e ainda está em discussão as penas para estrupadores , e Estão definindo os graus do crime, o que chamou a atenção destaque Deputado Ângelo Coronel, Óbvio e muito radical, cortar membro estrupador, foi rechaçado essa proposta, SOU A FAVOR, castração química, parece que na reincidência, ou quando é praticado vulnerável, entendo que se a lei aprovada fosse aplicada, diminuiria bastante este tipo de crime.”

Sacapó

18 de maio, 2024 | 08:45

“? só o congresso mudar a lei.
estuprador, e um traste desse,
cortar o sabugo.”

Tião Marreta

17 de maio, 2024 | 21:20

“E por ser criança ninguém percebeu a dor dos maus -tratos que ele sofria na própria casa.”

Xerife Bronson

17 de maio, 2024 | 18:15

“Virgem nessa história era só o nome da cidade...
Cadeia neles!!!”

Envie seu Comentário