EXPO USIPA PERSONAGEM 2 - 728X90

17 de maio, de 2024 | 14:12

Análise laboratorial comprova falsificação de sabão em pó apreendido pelo Procon-MG

MPMG
A adulteração foi comprovada pela própria empresa Unilever, fabricante da marca.A adulteração foi comprovada pela própria empresa Unilever, fabricante da marca.

Os resultados da análise laboratorial realizada pelo fabricante de uma marca de sabão em pó comprovaram que caixas do produto apreendidas pelo Procon-MG, em um supermercado da cidade de Campo Belo, continham produto falsificado.

A apreensão foi realizada em janeiro de 2024 pelo Procon-MG, por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Campo Belo. Foram recolhidas 62 caixas de sabão em pó, supostamente da marca Omo, que estavam à venda no supermercado Hiper ABC. A operação de fiscalização foi organizada a partir de uma denúncia que chegou ao Procon Regional. A adulteração foi comprovada pela própria empresa Unilever, fabricante da marca.

Os laudos, apresentados no dia 9 de maio, constataram a falsificação em seis lotes do produto. De acordo com o promotor de Justiça Carlos Eduardo Avanzini a adulteração era imperceptível para o consumidor. Os fiscais detectaram a fraude ao verificar o uso de cola quente para fechar a embalagem. “Se tratava de uma falsificação quase perfeita, até mesmo os fiscais do Procon-MG ficaram na dúvida sobre a autenticidade do sabão em pó”, afirma o promotor.
MPMG
Fiscais do Procon-MG fizeram uma nova operação e estiveram em quase todos os supermercados de Campo BeloFiscais do Procon-MG fizeram uma nova operação e estiveram em quase todos os supermercados de Campo Belo

Após as análises comprovarem a falsificação, fiscais do Procon-MG fizeram uma nova operação e estiveram em quase todos os supermercados de Campo Belo, mas não encontraram nenhum indício de adulteração.

Além do processo administrativo, o Ministério Público de Minas Gerais instaurou um procedimento investigatório criminal. “Por envolver uma grande rede de supermercado, com abrangência em todo estado de Minas Gerais, foi instaurado o procedimento investigatório criminal para apurar as responsabilidades penais das pessoas responsáveis.”

Com informações do Ministério Público de Minas Gerais
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Cliente Trouxa

17 de maio, 2024 | 18:22

“Comprei sabão dessa mesma marca num hipermercado de Ipatinga (veneza 1) e parecia ser falsificado também. Muito fraca a fórmula, parecia q tinha sal misturado ao produto, gastei 1 kg de sabão numa lavada só...mudei de marca e supermercado.”

Envie seu Comentário