Expo Usipa 2024 02 - 728x90

16 de maio, de 2024 | 10:45

Inaugurada a sede própria do 58º Batalhão da PM em Coronel Fabriciano

Anderson Figueiredo/Diário do Aço
Sede própria do 58º BPM foi inaugurada nesta quinta-feira, ao lado do antigo Colégio Polivalente, no Belvedere, em Coronel Fabriciano Sede própria do 58º BPM foi inaugurada nesta quinta-feira, ao lado do antigo Colégio Polivalente, no Belvedere, em Coronel Fabriciano

Em uma solenidade concorrida, na manhã desta quinta-feira (16), foi inaugurada a nova sede do 58º Batalhão de Polícia Militar (58º BPM), em Coronel Fabriciano. A unidade da PMMG foi instalada na avenida José de Ávila Barros, no bairro Belvedere. Dezenas de autoridades estiveram presentes, dentre elas, o comandante-geral da PMMG, coronel Rodrigo Piassi. Ele enfatizou o desafio de distribuir o efetivo da PMMG entre todas as unidades da polícia e acrescentou que a ampliação da sede do 58º BPM vai assegurar melhores condições de trabalho operacional.

"Esse quartel celebra uma parceria importante que a Polícia Militar tem que ter com os poderes constituídos. O moral de tropa aumenta, o senso de pertencimento cresce e a qualidade do trabalho também. Esperamos que isso reflita no serviço operacional da polícia. Essa é uma cidade polo de uma região que precisa de atenção especial de segurança pública e temos certeza que a inauguração deste quartel, reforça o trabalho da Polícia Militar", enfatizou. A entrevista completa está no vídeo, ao fim do texto.
Wellington Fred
Comandante-geral da PMMG, coronel Rodrigo PiassiComandante-geral da PMMG, coronel Rodrigo Piassi

Conforme já publicado pelo Diário do Aço anteriormente, a construção do prédio contou com R$ 2,4 milhões oriundos de emenda parlamentar federal, representando a maior parcela.

Também foram aportados R$ 1,4 milhão pelo município de Coronel Fabriciano e R$ 225 mil pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) “para aquisição de mobiliário e revitalização da área onde será instalada a unidade”.

Os serviços foram iniciados em fevereiro do ano passado. O novo local fica a apenas 400 metros da atual sede dos militares na cidade.
Wellington Fred
Tenente-coronel Fabrício Pereira Silva, comandante do 58ºTenente-coronel Fabrício Pereira Silva, comandante do 58º

O prédio foi erguido em parte do terreno da Escola Estadual Padre José Maria de Man, popularmente conhecida como Polivalente, e a área concedida corresponde a 4.781,70 metros quadrados.

O Polivalente é uma das escolas com maior área no município. Seu terreno, inicialmente, era do tamanho de um quarteirão e aos poucos vem dividindo espaços com órgãos públicos. O primeiro foi a construção do Fórum da Justiça do Trabalho, no acesso pela rua Salinas, no bairro Belvedere. Também foi construído um terceiro prédio para abrigar a Superintendência Regional de Ensino (SRE).


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Jj

17 de maio, 2024 | 11:34

“"Servidora", co0nstruir Prédio da Superintendencia,
pra que se as professoras e servidores do Estado de Minas,só vivem em greve?”

Bom

17 de maio, 2024 | 02:01

“A educação perdendo espaço para violência, no lugar onde deveria ser construída uma universidade ou escola técnica pública ,foi construído um batalhão militar.
Não vai demorar a escola polivalente ser fechada e ceder espaço para uma cadeia.”

Veterano Calejado

16 de maio, 2024 | 15:52

“Não tiro o mérito do Comando junto com os demais órgãos públicos que ajudaram erguer esse Batalhão. Mas pergunto, e os recursos humanos ( policiais) onde entra nessa história. Na minha época tinham militares mas não tinham viaturas. Hoje tem várias viaturas, mas devido o baixo efetivo elas ficam estacionadas no quartel. Podemos reparar que quase não não se ver viatura rondando a cidade. Fucam apenas em locais como o Centro e Melo Viana.”

Servidora

16 de maio, 2024 | 14:37

“Não foi construído prédio para a Superintendência Regional de Ensino. Essa funciona em um prédio alugado na mesma rua do Polivalente.”

Envie seu Comentário