10 de maio, de 2024 | 10:47

Parceria público-privada entre município e construtoras viabiliza obras de mobilidade no Horto

Divulgação
Iniciativas representam medidas mitigadoras para impactos de empreendimentos imobiliários executados na cidadeIniciativas representam medidas mitigadoras para impactos de empreendimentos imobiliários executados na cidade

A administração municipal de Ipatinga anunciou que ações relacionadas à melhoria de tráfego estão sendo executadas na cidade como fruto de parceria público-privada com as empresas do ramo imobiliário WR Construtora, Rocha Marques e Salles e Amaral.

“Entre outras obras, foi viabilizado o alargamento do contorno junto à avenida Castelo Branco, no Horto, em direção ao bairro Bom Retiro, com objetivo de aprimorar as condições de escoamento do trânsito na região”, divulgou o governo em nota nesta sexta-feira (10).

Outras intervenções no Horto foram passagens de acessibilidade, a criação de faixa elevada para pedestres e pinturas de faixas, além de alterações de sentido de tráfego em algumas ruas, com intuito de melhorar a fluidez dos veículos automotores, a pedido da associação de moradores, além da criação de baias para parada de ônibus na avenida Fernando de Noronha.
Divulgação
Houve preocupação também com as rampas de acesso a um dos cartões postais de Ipatimga, a igrejinha do Horto Houve preocupação também com as rampas de acesso a um dos cartões postais de Ipatimga, a igrejinha do Horto

“Essas parcerias são muito relevantes, ainda mais por envolverem empresas que têm credibilidade no mercado, com participação significativa na criação de oportunidades de emprego e geração de renda no nosso município”, comentou o prefeito Gustavo Nunes.

De acordo com a administração municipal, todas as ações são pensadas junto aos parceiros com o importante objetivo de fomentar o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida da população, sendo executadas a partir de projetos técnicos.




Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Erley

11 de maio, 2024 | 09:22

“Qualidade do que foi feito me dá vergonha alheia. Muito mal feito. Fizeram um monturo de asfalto que chamam de passagem de pedestres. Era desnecessário aquilo. Próximo ao Mineirão, mais trapalhadas. Uma placa proíbe que siga na Castelo Branco em direção a Coronel Fabriciano, e outra proíbe sentido a direita. Virou rua sem saída.”

De Olho

11 de maio, 2024 | 07:43

“Uma pergunta: Em relação ao acesso ao Ipatinga, de quem vem do Cidade Nobre, passando pela Manain, quando a prefeitura vai resolver o problema de termos de passar por trás do Posto de gasolina, ao passo que um semáforo naquele entroncamento resolveria o problema, dando mais fluidez no trânsito?”

Célio Cunha

10 de maio, 2024 | 18:46

“Caro redator, é imprescindível que algumas respostas sejam/ façam, parte de uma matéria; Qual será a contraprestação da Administração Pública em contratos de parceria público-privada? A contraprestação da administração pública nos contratos de parceria público- privada poderá ser feita por: Page 3 3. I - pagamento em dinheiro; II - cessão de créditos não tributários; III - outorga de direitos em face da administração pública; IV - outorga de direitos sobre bens públicos; ou V - outros meios ... Portanto administração de Ipatinga -MG, para que não aja/paira dúvidas sobre esta "parceria" é crucial nos informar qual o tipo de contrato foi celebrado.”

Marley

10 de maio, 2024 | 12:08

“Ficou excelente a via em frente o banco Santander . Só que os pestes dos motoristas e motoqueiros não tem paciência e gentileza e
não sabem ainda , que a pista da esquerda é para quem vai direto ou virar no cruzamento a frente . A pista da direita e para quem vai estacionar ou vai para a BR , ou para o bom retiro .
Não respeitam nem a sinalização no local .
Difícil demais .!”

Luiz Roberto

10 de maio, 2024 | 11:32

“Enquanto isso, as obras do convênio da administração anterior com a Fundação Renova, no bairro Horto, cujo recursos já estavam disponíveis quando a atual administração assumiu até hoje não foram concluídas e olha que o prazo de execução conforme contrato era de dois anos. Conclui-se que se a iniciativa privada não tomar frente nada acontece se depender da atual administração.”

Envie seu Comentário