09 de maio, de 2024 | 06:30

Abertas investigações de fake news na catástrofe climática no Rio Grande do Sul

Com informações da Agência Brasil
A Polícia Federal abriu investigações sobre a divulgação de "notícias" falsas sobre ações dos governos federal, estaduais e municipais nas enchentes do Rio Grande do Sul. O pedido de abertura da investigação foi feito pela Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. Até o começo da noite de quarta-feira, o balanço apontava mais de 100 vidas perdidas na calamidade.
Divulgação PF
Políticos, empresários, influenciadores digitais e até um 'coach' estão no alvo das investigações sobre notícias falsas relacionadas à catástrofe climática no RSPolíticos, empresários, influenciadores digitais e até um 'coach' estão no alvo das investigações sobre notícias falsas relacionadas à catástrofe climática no RS

No ofício, o ministro-chefe da Secom, Paulo Pimenta, lista de nomes de influenciadores digitais, de contas em redes sociais e postagens na Internet que vêm disseminando informações falsas sobre o trabalho de resgate de pessoas e sobre a recuperação dos estragos no Estado. Segundo Pimenta, há "narrativas desinformativas e criminosas" que causam impacto no aprofundamento da crise social vivida pela população gaúcha.

O entendimento de comunicadores é que a investida de alguns políticos, pseudo influenciadores e até um suposto coach, visa polemizar e ganhar visibilidade aproveitando-se do potencial de um momento de grande comoção social com a catástrofe gaúcha. "Alguns que, de certa forma estavam apagados, aproveitaram-se para ganhar grande engajamento com a veiculação de vídeos com informações inverídicas. É desumano, mas é o modelo que as mídias sociais geraram. Quanto mais polêmica, não interessa se verdade ou mentira, maior o engajamento", apontam os comunicadores.

Dentre os conteúdos disseminados, alguns afirmam que o Governo Federal não estaria ajudando a população, que a FAB (Força Aérea Brasileira) não teria agilidade e que o Exército e a PRF (Polícia Rodoviária Federal) estariam impedindo a entrada, no Rio Grande do Sul, de caminhões de auxílio e outras afirmam que o governo brasileiro recusou ajuda oferecida pelo pais vizinho, Uruguai. O governo federal responde dizendo que todas essas acusações não procedem.

"Destaco com preocupação o impacto dessas narrativas na credibilidade das instituições como o Exército, FAB, PRF e
ministérios, que são cruciais na resposta a emergências. A propagação de falsidades pode diminuir a confiança da população nas capacidades de resposta do Estado, prejudicando os esforços de evacuação e resgate em momentos críticos. É fundamental que ações sejam tomadas para proteger a integridade e a eficácia das nossas instituições frente a tais crises", diz o ofício.

Ministério da Justiça
De acordo com o Ministério da Justiça, a investigação irá apurar ilícitos ou eventuais crimes relacionados à disseminação de desinformação e individualização de condutas.

Em parceria com a Advocacia-Geral da União (AGU), serão acionados órgãos competentes para ações judiciais de responsabilização dos culpados.

AGU pede direito de resposta a 'choach' por fake news


A Advocacia Geral da União (AGU) confirmou nesta quarta-feira que entrou com ação judicial com pedido de resposta contra o coach Pablo Marçal em razão de postagens com informações falsas sobre a atuação das Forças Armadas na prestação de auxílio à população do Rio Grande do Sul, vítima de inundações causadas por tempestades registradas no estado. Marçal foi acionado pela AGU por ter postado vídeos no Instagram e no TikTok acusando as Forças Armadas de inércia na tragédia.

Conforme a Constituição Federal, o direito de resposta deve ser proporcional ao agravo sofrido. Na avaliação da AGU, o pedido de direito de resposta “é necessário para promover o esclarecimento do conteúdo e manter a integridade da informação em prol de toda a sociedade.”

A AGU informa que “as Forças Armadas estão atuando desde o dia 1º de maio no resgate de pessoas, além da realização de atendimentos médicos, transporte de equipes e materiais e arrecadação e entrega de donativos para a região. Somando Exército, Marinha e Força Aérea Brasileira, a operação conta com um efetivo de quase 12 mil militares, além de 94 embarcações, 348 veículos, quatro aeronaves e 17 helicópteros.”

Marçal é influenciador digital e promove conteúdos sobre como fazer negócios na internet e inteligência emocional. Em 2022, ele chegou a se candidatar à Presidência da República, mas teve a candidatura barrada.

Rede social X
A AGU também encaminhou à rede social X (antigo Twitter) pedido, em notificação extrajudicial, para que em até 24 horas, a plataforma acrescente a postagens com desinformações sobre o patrocínio do show da cantora Madonna no Rio de Janeiro o esclarecimento de que não houve qualquer repasse de recursos federais para o evento.

A AGU ressalta “que as publicações infringem os termos de uso da própria plataforma {X} – que proíbe a publicação de conteúdo enganoso ou fora de contexto com potencial de causar confusão generalizada sobre questões públicas.”
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Zé Doido

09 de maio, 2024 | 12:10

“Ah, esses cidadão de bem...

P/S: Ao "Cidadão" dos comentários, concordo contigo em gênero, número e grau, esse senador é uma vergonha, nem postura para tal ele tem, se veste como um moleque, aliás, o irmão dele prefeito de Divinópolis está sendo investigado e já que ele é o paladino da justiça, porque não se manifesta a respeito?”

Cidadadão

09 de maio, 2024 | 11:30

“João Pedro; não, não sou petista nem voto nem gosto da gente deste partido, mas isso não elimina o fato consumado que esse Cleitinho não tem modos, não tem envergadura, nem tampouco repertório para ser um senador da República. Age como se fosse um vereador de uma cidadezinha qualquer. É um bobo da corte que ganhou visibilidade na internet e acha que ser parlamentar é bater palmas num picadeiro.”

Jns

09 de maio, 2024 | 08:35

“CÉREBRO CONTROLADO POR ROBÔS

Fake news são produzidas para alimentar e garantir a sobrevivência de quem suporta o próprio cérebro controlado por robôs.

O grande Júlio Verne (1828-1905), nos seus viajantes livros de aventuras extraordinárias, formulou a seguinte tese:
Afirme o absurdo mais absurdo, chame-o de verdade científica e sustente-o com fraseado estranho que, potencialmente, soa como se tivesse um significado, mas na realidade não tenha nenhum, e nove em cada dez homens que leem o seu livro vai acreditar em você. Adquira um nome notável em um determinado ramo do conhecimento humano e pronto! você se torna infalível em tudo. Quem poderá contradizê-lo, se você apenas resumir as suas afirmações em frases capciosas das quais nem um homem em um milhão tenta averiguar o verdadeiro significado? Gostamos muito de ser poupados do trabalho de pensar, porque é muito mais fácil e confortável sermos conduzidos do que contradizer, para cairmos silenciosamente no grande rebanho de ovelhas que saltam cegamente atrás do seu líder do que permanecer isolados e ridicularizados ao tentar argumentar tola e inutilmente. A verdadeira argumentação, na verdade, é muito difícil, por vários motivos: primeiro, você deve compreender bem o assunto, o que é pouco provável; em segundo lugar, o seu oponente também deve entendê-lo bem, o que é ainda menos provável; em terceiro lugar, você deve ouvir pacientemente os seus argumentos, o que é ainda menos provável; e em quarto lugar, ele deve ouvir os seus argumentos, o que é menos provável de todos.

the Earth to the Moon and 'Round the Moon
? Jules Gabriel Verne”

Leitor

09 de maio, 2024 | 07:44

“Perderam a eleição. Agora só lhe cabem investir nas mentiras e propagar na rede " Gado"”

Guima

09 de maio, 2024 | 07:23

“??? Urgente: Governador de SC também desmente Globo e autoridades e mostra que caminhão com doações de seu estado ao RS realmente foi multado pela ANTT, órgão vinculado ao Governo Federal, por excesso de peso e evasão. Infelizmente o povo tem sido enganado. A verdade transformou em mentira . E a mentira verdade. Inversões de valores.”

Paulo

09 de maio, 2024 | 07:18

“Este deputados, senadores e malucos que se autodenominaram de direita estão a serviço da mentira. Querem tocar fogo no país, só vomitam na Internet alimentando o ódio e a desinformação.”

João Pedro

09 de maio, 2024 | 07:14

“Esse camarada chamando o senador Cleitinho de farsante, com certeza deve ser petista que gosta de mamar na teta e não trabalhar. Visto que os senadores, deputados e toda corja da linha do PT somente gosta de gastar o que o povo honesto produz. E o senador Cleitinho fala a verdade e dói nos mentirosos.”

Cidadão

09 de maio, 2024 | 06:46

“Um do mentirosos é o senador Cleitinho Azevedo, envergonhando os mineiros de norte a sul do Brasil. O que é seu está guardado, farsante.”

Envie seu Comentário