Expo Usipa 2024 02 - 728x90

11 de abril, de 2024 | 14:02

Operações do Gaeco na Zona da Mata cumprem mandados contra investigados por participação no Jogo do Bicho

Divulgação MPMG
Alvos são empresários e também agentes públicos da área de segurança. Foram apreendidas significativas quantias em dinheiro, além de armas de fogo e munições. Houve ainda prisões em flagrante.Alvos são empresários e também agentes públicos da área de segurança. Foram apreendidas significativas quantias em dinheiro, além de armas de fogo e munições. Houve ainda prisões em flagrante.

Duas operações tendo como alvos pessoas ligadas ao “Jogo do Bicho” na Zona da Mata foram desencadeadas na manhã desta quarta-feira, 10 de abril, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) da Zona da Mata.

A Operação Jogo Duplo cumpre mandados de busca e apreensão nas residências e locais de trabalho de agentes públicos da área de segurança, investigados pela participação em infrações penais diversas, notadamente organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção e “Jogo do Bicho”.

Já na Operação Deu Zebra, os cerca de 16 mandados de busca e apreensão são cumpridos em residências e locais de trabalho de empresários, investigados por participação nas mesmas práticas.

Os mandados estão sendo cumpridos em Viçosa/MG e outros municípios da Zona da Mata mineira. Até o momento foram apreendidas significativas quantias em dinheiro, além de armas de fogo e munições. Houve ainda prisões em flagrante. As diligências estão em andamento e mais detalhes serão informados no decorrer do dia.
Divulgação MPMG
As diligências estão em andamento e mais detalhes serão informados no decorrer do dia.As diligências estão em andamento e mais detalhes serão informados no decorrer do dia.

As operações desta quarta-feira conta com a participação de cinco promotores de Justiça, seis delegados de Polícia, aproximadamente 50 policiais das Tropas Especializadas da Polícia Civil de Minas Gerais, sendo 20 policiais do Departamento Estadual de Operações Policiais (Deoesp), 8 agentes do Departamento Estadual de Combate à Corrupção e à Fraudes (Deccof), 12 policiais civis do 1º Departamento de Polícia Civil da Capital, 2 delegados de Polícia de Viçosa/MG, 6 policiais militares do GCOC 4R, 9 militares do GER (Militares do Grupo Especializado em Recobrimento), 5 policiais militares da Corregedoria da Polícia Militar, 6 policiais militares da 10 ª CIA Independente de Viçosa/MG e 2 policiais militares de Ubá.

O nome Jogo Duplo faz alusão àqueles investigados que, mesmo ocupando cargos importantes no Estado, também se dedicam a auxiliar empreitadas criminosas diversas, atuando, em tese, “dos dois lados”. O nome Deu Zebra remete àqueles investigados pela prática do popularmente chamado “Jogo do Bicho”, num cenário aparente de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção de servidores públicos. Com informações da Ascom MPMG
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário