PREF BELO ORIENTE MAIO LARANJA 02 - 728X90

07 de abril, de 2024 | 08:30

Cruzeiro e Atlético disputam hoje o título de campeão mineiro

Pedro Souza/Atlético
Após empate no primeiro duelo, as duas equipes voltam a se enfrentar na tarde deste domingo, no Mineirão Após empate no primeiro duelo, as duas equipes voltam a se enfrentar na tarde deste domingo, no Mineirão

O 100º clássico estadual do século será na finalíssima do Campeonato Mineiro, quando Cruzeiro e Atlético vão definir o título a partir das 15h30 de domingo (7), no Mineirão, com o estádio repleto só de cruzeirenses. A partida será exibida pela TV Globo, e também nos canais fechados Sportv e Premiere.

Dos 99 clássicos disputados de 2001 para cá, foram 40 vitórias celestes, 31 alvinegras e 28 empates; a Raposa marcou 143 gols e o Galo 125. A vantagem azul também é refletida em finais do Mineiro. Em 12 disputas neste século, o Cruzeiro conquistou sete títulos e o rival cinco.

No jogo de ida, com a Arena MRV recheada apenas por atleticanos, o time da casa saiu na frente com 2 a 0, mas tomou o empate na etapa complementar. Como o Cruzeiro fechou a fase classificatória como líder geral, tem a vantagem de jogar por dois resultados iguais ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols. Com isso, a Raposa volta a erguer um troféu estadual, que não conquista desde 2019, com um empate. Já o Galo precisa de uma vitória simples para conquistar o pentacampeonato, o que não ocorre desde a década de 1980.

Árbitro de fora

Por causa de um pedido do Cruzeiro à Federação Mineira de Futebol (FMF), endossada pelo Atlético, o árbitro da final será de outro estado. Quem comandará o apito será Flávio Rodrigues de Souza, árbitro Fifa de São Paulo. Os assistentes serão Fabrini Bevilaqua Costa e Nailton Junior de Sousa Oliveira. Na função de quarto árbitro estará Thayslane de Melo Costa. O árbitro de vídeo será José Cláudio Rocha Filho.

Momentos

Embora o Cruzeiro tenha vantagem na final – por jogar diante da sua torcida e podendo empatar -, o duelo está aberto, pois o rival precisa apenas de uma vitória simples para ser campeão.

Além disso, o Atlético chega ao clássico com moral, pois obteve um ótimo resultado na Copa Libertadores, já que goleou o Caracas na rodada de estreia. Por outro lado, o Cruzeiro não venceu, mas também conquistou um bom resultado ao empatar com a Universidad Catolica na altitude do Equador, na primeira rodada da Sul-Americana.

Times

Com a vitória garantida ainda no primeiro tempo em Caracas, o Atlético conseguiu poupar alguns de seus principais titulares em grande parte do jogo. Sem problemas de lesões ou suspensões, Gabriel Milito terá o elenco inteiro à disposição (com exceção do recém-contratado Robert, que já disputou o Estadual pelo Athletic). Com isso, deve mandar a campo Everson; Fuchs, Jemerson e Lemos; Alisson (Saravia), Battaglia, Igor Gomes, Zaracho e Arana; Paulinho e Hulk.

Já no time de Nicolás Larcamón, que poupou vários jogadores na primeira partida da Sul-Americana, a formação deve ser Rafael Cabral; William, Zé Ivaldo (Neris), João Marcelo e Marlon; Lucas Romero, Lucas Silva, Mateus Vital e Matheus Pereira; Arthur Gomes e Juan Dinenno.

A dúvida para a escalação celeste fica por conta do zagueiro Zé Ivaldo, que sentiu dores na coxa esquerda durante duelo da Sul-Americana. A ausência do defensor será um problema para o Cruzeiro, já que com ele em campo, a última vez que a equipe foi vazada foi na eliminação para o Sousa-PB na Copa do Brasil.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário