01 de abril, de 2024 | 15:35

Cruzeiro tenta manter retrospecto positivo contra equatorianos na estreia da Sul-Americana

Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Depois da final do Mineiro, equipe virou a chave para a estreia na quinta-feira no torneio continentalDepois da final do Mineiro, equipe virou a chave para a estreia na quinta-feira no torneio continental

Depois de um empate com gosto de vitória sobre o Atlético no fim de semana, no jogo de ida da final do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro pode até empatar o duelo de volta, domingo (7) que vem, que leva o título. Mas antes disso, tem outro compromisso importante: encarar a Universidad Catolica, no estádio Olímpico Atahualpa, em Quito, no Equador, na estreia da Copa Sul-Americana.

Além da vantagem obtida na final, a estreia será contra um clube de um país do qual a Raposa leva certa vantagem. Dos 12 duelos contra equatorianos, o time mineiro garantiu oito vitórias, dois empates e duas derrotas, num aproveitamento de 72,2%. Porém, será a primeira partida diante da Universidad Catolica.

Para o técnico Nicolás Larcamón, é essencial pontuar fora de casa. “A gente quer trabalhar pelo jogo de quinta-feira, para ganhar e somar pontos de cara. Para a gente, para a nossa torcida, é muito importante. Vencer é muito importante, mas fazer uma boa estreia em um torneio internacional é muito importante”.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário