Expo Usipa 2024 02 - 728x90

01 de abril, de 2024 | 15:28

Estreia na Libertadores marca início de maratona de jogos do Atlético em abril

Pedro Souza/Atlético
Por causa de suspensão, Milito não poderá estar à beira do campo na quinta-feiraPor causa de suspensão, Milito não poderá estar à beira do campo na quinta-feira

Depois de um empate amargo com o Cruzeiro no fim de semana, no jogo de ida da final do Campeonato Mineiro, o Atlético precisou virar a chave para a competição que é um dos grandes objetivos do ano: a Libertadores. O alvinegro estreia no torneio continental na próxima quinta-feira (4), às 19h (horário de Brasília), contra o Caracas, no Estádio Olímpico UCV, na capital da Venezuela.

O duelo fora de casa é apenas o primeiro de uma verdadeira maratona que o clube vai viver em abril, com oito jogos em 30 dias. Destas partidas, uma é a finalíssima do Estadual, três são pela Libertadores e quatro pelo Campeonato Brasileiro, certame no qual o Galo estreia dia 14, contra o Corinthians, na Neo Química Arena.

Além do fato de disputar muitas partidas num curto espaço de tempo no primeiro mês de um novo treinador, o desafio do time é equilibrar dois jogos muito importantes: a estreia na Liberta e a final do Mineiro.

Como tomou o empate no último jogo diante do Cruzeiro, que tem a vantagem de dois resultados iguais pra ser campeão, o Galo precisa vencer o rival no Mineirão lotado de torcedores celestes para levar o título. Ao mesmo tempo em que precisa de força total no duelo de volta, também é importante um resultado positivo diante do Caracas, numa partida que vai exigir maior desgaste da equipe, pela longa viagem.

Gabriel Milito não deixou claro se vai poupar titulares diante do Caracas, mas afirmou que vai levar em conta a condição física dos atletas para montar a equipe.

Para a estreia na Libertadores, a delegação viajará na tarde desta terça-feira (2) num voo fretado. Chegará à capital venezuelana à noite. Treina na quarta-feira (3), joga na quinta e volta para Belo Horizonte na sexta-feira (5), onde desembarcará à noite. Depois disso haverá apenas um dia de descanso, pois a finalíssima do Estadual é no domingo (7), às 15h30.

Treinadores
Se o cenário do Galo não é simples, o mesmo se pode dizer do adversário. Após oito jogos sem vencer e estacionado na 11ª colocação do Campeonato Venezuelano, o Caracas demitiu o técnico Leonardo González e já anunciou a contratação de Henry Meléndez, que terá poucos dias para preparar o time.
Para este duelo, Gabriel Milito não estará à beira do campo, pois cumprirá suspensão, e o Galo terá Leandro Ávila no comando do time.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário