23 de fevereiro, de 2024 | 13:24

Morre jovem baleado na Grota do Jardim Panorama em Ipatinga

Reprodução
Vítor foi atingido com tiros no rosto, além de outras partes do corpo, e morreu hospitalizadoVítor foi atingido com tiros no rosto, além de outras partes do corpo, e morreu hospitalizado

Depois de ficar três dias hospitalizado, Vítor Guilherme Guimarães, de 21 anos, não resistiu aos ferimentos sofridos em uma tentativa de homicídio e morreu na noite de quinta-feira (22). Vítima de um atentado a tiros na rua Serra Roraima, na conhecida “Grota” do bairro Jardim Panorama, na madrugada de segunda-feira (19), Vítor estava internado no Hospital Márcio Cunha.

Conforme noticiado pelo Diário do Aço, o crime foi registrado no beco 1, que dá acesso à rua Serra Roraima, onde Vitor foi encontrado caído, ferido a tiros, por volta das 2h. O jovem foi socorrido pelo Samu, consciente, mas com perfurações de tiros no rosto. O estado de saúde dele agravou-se, o paciente chegou ao HMC inconsciente e teve que ser intubado.

Os médicos constataram quatro perfurações no rosto e na cabeça, lado direito das costas e braço direito. A vítima também perdeu massa encefálica. Em uma situação considerada gravíssima, Vítor veio a morrer na noite de quinta-feira. Natural de Pingo d’Água, o jovem chegou a morar em Timóteo e havia se mudado para Ipatinga havia poucos meses.

Os vizinhos no beco onde fica a residência alugada pelo jovem sabiam apenas que ele teria vindo do bairro Alegre, em Timóteo e nada mais. As pessoas alegaram apenas que escutaram tiros e, ao verificarem o que tinha ocorrido, depararam-se com a vítima baleada.

Suspeito foi identificado nas buscas da PM

O Diário do Aço apurou que policiais militares conseguiram o nome de um suspeito de autoria do atentado, mesmo diante da "lei do silêncio" que impera na comunidade onde ocorreu o crime. Além do suspeito, um jovem que mora na mesma rua do fato, os policiais identificaram outras pessoas que tiveram participação, direta ou indiretamente no homicídio.

O suspeito de praticar o crime contra Vítor teria agido a mando de um traficante da localidade, pois havia suspeita que o jovem estaria tentando estabelecer um ponto de tráfico, o que contrariou o “dono do morro”. No local onde mora o suspeito de matar a vítima, os PMs encontraram alguns objetos que foram recolhidos e entregues à Polícia Civil, que investigando o homicídio.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Coronel Telhada

23 de fevereiro, 2024 | 18:19

“O sistema é bruto, a polícia militar está a disposição , a chacina betania, inflamou, o melhor agora na concorrência é avisar a polícia militar, vai lá e quebra a banca, sem estresse, está virando rotina, só não vale batizar o produto com creatina, está muito na cara.”

Belga-doido

23 de fevereiro, 2024 | 16:15

“Foi triste”

Envie seu Comentário