11 de janeiro, de 2024 | 10:36

Jovem que praticava perseguição pela internet a mãe e filha em Ipatinga é preso em flagrante

Prática conhecida como cyberstalking é crime passível de punição com prisão, multa e indenização moral e material à vítima

Divulgação
Com mandado de busca, apreensão e prisão expedidos pela Justiça, policiais recolheram dispositivos eletrônicos e encaminharam perseguidor para a prisão Com mandado de busca, apreensão e prisão expedidos pela Justiça, policiais recolheram dispositivos eletrônicos e encaminharam perseguidor para a prisão

Um indivíduo de 20 anos, acusado de promover perseguição (Cyberstalking), foi preso em Ipatinga. A informação foi divulgada pela Delegacia Regional da Polícia Civil, nesta quinta-feira (11). A investigação teve início após as vítimas, uma mulher de 50 anos de idade e sua filha, de 15 anos, procurarem a delegacia.

Em junho de 2023 a adolescente começou a receber mensagens de números desconhecidos no seu celular, com pedidos de namoro, com elogios. Depois as mensagens passaram às ofensas e até ameaças de morte, com conteúdo pornográfico, fotos aleatórias, fotos pornográficas, músicas, jogos e outras situações.

A vítima trocou de telefone, bloqueou diversos números do autor do crime, fechou os seus perfis, nas mídias sociais, mas mesmo assim recebia mensagens quase que diariamente do agressor.

Não satisfeito com o tormento que causada à adolescente, o autor do crime conseguiu o número de telefone da mãe da vítima e começou a persegui-la também com mensagens ofensivas, pornográficas e ameaça de morte a toda a família.

Com medo das ameaças, uma vez que o perseguidor demonstrava conhecer a rotina das vítimas, a adolescente, passou a andar apenas acompanhada, evitava certos lugares e, por causa disso, fazia tratamento psicológico.

O caso foi levado ao conhecimento da Polícia Civil, a equipe da PC identificou o indivíduo, foi requerida a busca e apreensão domiciliar, e autorização judicial para acesso a todos os dispositivos eletrônicos do perseguidor.

Na quarta-feira (10), os mandados foram cumpridos, equipamentos apreendidos e o jovem perseguidor foi preso em flagrante e encaminhado para o Sistema Prisional. “Ressalta-se que a vítima nunca se relacionou com o autor, e não o conhecia, o autor a viu na academia e iniciou a perseguição. As investigações continuam, pois com a perícia nos dispositivos acredita-se que outras vítimas serão identificadas e até mesmo crimes diversos”, conclui a nota divulgada nesta quinta-feira pela delegada regional Talita Martins Soares.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Sabonete

12 de janeiro, 2024 | 21:55

“Qual o nome do meliante..
???”

Samuel Rosa

11 de janeiro, 2024 | 19:18

“O ruim destas reportagens e que não falam o nome do meliante, FDP tem a identidade preservada nesse país onde a lei e tardia e os defendem bem #bandidobomemorto”

Zé Doido

11 de janeiro, 2024 | 17:47

“Parabéns à PC pelo belo trabalho realizado, que isso sirva de lição pra esses COVARDES que se escondem atrás das telas dos dispositivos eletrônicos pra obter vantagens, são muito homens assim, mas quando o bicho pega, "piam" fininho, se lá na cadeia os outro presos souberem o motivo o qual ele foi parar lá, vai virar mocinha da turma.
#RespeitoÉTudo
#NãoÉNão”

Guzerá Legislador

11 de janeiro, 2024 | 15:01

“Os stalkers mais perigosos são aqueles que acham que tem mais razão do que quem perseguem.
Dê-lhe o direito de ampla defesa e contraditório e após transitado e julgado, se o mesmo tiver culpa puna no rigor da lei, para que sirva de exemplo aos demais.”

Envie seu Comentário