Usiminas EstÁgio - 728x90

23 de maio, de 2023 | 07:02

Praça de pedágio começa a ser construída em trecho da BR-116 em Inhapim

Diocesar Mendonça
 Os trabalhos ocorrem às margens da BR-116, na Vila Marques, em Inhapim Os trabalhos ocorrem às margens da BR-116, na Vila Marques, em Inhapim

A construção da praça de pedágio na BR-116, na Vila Marques, em Inhapim, já teve início. A empresa EcoRioMinas, do grupo EcoRodovias Concessões e Serviços S.A. é responsável pelos serviços executados. No total, o projeto de concessão do trecho da BR-116 em Minas Gerais prevê a instalação de sete praças de pedágio.

Os trabalhos de construção da praça de pedágio em Inhapim tiveram início há cerca de 30 dias, conforme apurado pelo Diário do Aço. Os motoristas que passam pelo trecho podem observar a movimentação de operários e de máquinas.

Em nota enviada ao Diário do Aço, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que das sete praças do trecho da BR-116/MG, com exceção a P-11 (Miradouro), todas já tiveram início de serviços preliminares. "A previsão de conclusão é até 21 de setembro deste ano. Ademais, todas possuirão valor de tarifa equivalente ao quilômetro percorrido, com cálculos feitos a partir dos mesmos valores das praças já existentes", afirmou.

Em maio de 2022, o grupo EcoRodovias venceu o leilão da concessão à iniciativa privada do sistema rodoviário Rio de Janeiro – Governador Valares, formada por trechos da BR-116, BR-465 e BR-493. Já em junho do ano passado, a ANTT aprovou, na Reunião de Diretoria (Redir), a homologação do resultado do leilão de concessão do sistema rodoviário das BR-116/465/493/RJ/MG.

Investimentos
A primeira intervenção da concessionária foi o recapeamento asfáltico da BR-116 e instalação de bases de apoio ao usuário da via, em alguns trechos.

Os investimentos que a empresa vencedora deverá realizar, ao longo dos 30 anos de concessão, somam R$ 11,3 bilhões. As despesas operacionais – custos operacionais, despesas obrigatórias e o conjunto de seguros e garantias – são estimadas em R$ 9,8 bilhões. O contrato de concessão é de 30 anos e o sistema rodoviário abrangerá uma extensão total de 726,9 quilômetros.

Melhorias
Segundo o Programa de Exploração da Rodovia (PER), as principais melhorias incluem 309,52 km de obras de duplicação, 245,32 km de faixas adicionais, 61,32 km de vias marginais, 28 dispositivos em desnível, 775 melhorias de acessos, 65 passarelas, 68 passagens de fauna, entre outros. Em relação ao financiamento das melhorias projetadas para a rodovia, a fonte do recurso serão os pedágios.

Tarifas
Os preços das tarifas básicas de pedágio, ainda sem considerar o desconto de 3,11%, previstos para as 12 praças de pedágio que funcionarão no trecho, variam - no período inicial da concessão - de R$ 8,10, na praça de Orizânia (MG), a R$ 17,48, na praça Itaboraí (RJ).

Praças
Estão previstas 12 praças de cobrança ao longo dos trechos concedidos, distribuídas da seguinte forma: BR-116/RJ: três praças de pedágio localizadas em Viúva Graça, Viúva Graça (B) e Magé. BR-493/RJ: duas praças de pedágio localizadas em Itaboraí e Itaguaí. BR-116/MG: sete praças de pedágio localizadas em Leopoldina, Bom Jesus da Cachoeira, Miradouro, Orizânia, Santa Bárbara do Leste, Inhapim e Governador Valadares.

Atendimento ao usuário
Também está previsto o atendimento ao usuário da via com Centro de Controle de Operações (CCO) e Bases do Serviço Operacional (BSO) para apoio das equipes de atendimento médico de emergência, atendimento mecânico e atendimento aos demais incidentes na via.

Inovações
A concessão também possui uma série de inovações, dentre elas, tarifa diferenciada para pista dupla e pista simples; desconto para usuários de dispositivos de pagamento eletrônico; pontos de parada para caminhoneiros; e estoque de melhorias, com a possibilidade de execução de obras ao longo da concessão.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]
MAK SOLUTIONS MAK 02 - 728-90

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Matias Sousa

18 de setembro, 2023 | 18:44

“Mauro Lopes e Adalclever, vamos ver se tem bala na agulha para romper contrato na região da maioria do seu curral eleitoral. Se foi assinado no ano passado foi no mandado de Bolbonaro, né gente.”

Clóvistadala

25 de maio, 2023 | 08:48

“Se o motorista não tiver 8 reais pra andar 100 km ele pode vender o carro e andar a pé, rodovia privatizada nem se compara com essas buraqueiras por aí.”

Marcelo

24 de maio, 2023 | 13:17

“Ati-Pt, como bolsomínion, não seja desonesto com o seu cérebro, se é que tem. Quem privatizou a Br-116 foi governo Bolsoasno e seu ministro Tarcísio. A bem da verde, o atual governo do Lula Nine já anunciou que vai privatizar a Br-381, projeto esse iniciado sabe quando? No governo Bolsoasno também, que só não vendeu a mãe por que não deu tempo. Usam o nome de "concessão", mas na prática é a venda mesmo das rodovias por 30 anos ou mais.”

Anti-pt

24 de maio, 2023 | 08:24

“o que bolsonaro tem a ver com isso? petista alem de ser burro e doente kkkk”

Eudes Lima

24 de maio, 2023 | 02:09

“Oh governo desgraçado esse de mg. Mais uma praça de pedágio pra explorar o pobre trabalhador.”

Ricardo

23 de maio, 2023 | 20:45

“Eles deviam terminar a estrada que está uma bagunça, vergonha para minas, de Ipatinga a João Monlevade está uma zona.”

Cleyder

23 de maio, 2023 | 18:23

“Esse o legado do bolsolixo! Desgoverno é incompetência!”

John

23 de maio, 2023 | 14:45

“8,00 reais!!!acabou meus fins de semana em caratinga. E ,por falar em caratinga, sera que a ecominas vai ter moral, suficiente pra enfrentar os coronéis de caratinga e mudar aquele inferno de trânsito, que começa no bairro das graças ,quando vc chega e termina 2 hs depois, quando vc ,consegue chegar perto da imperio hall.sem falar que o secretário de transportes de caratinga, ja devia ter feito uma rotatória em frente a antiga itapemirim. Nunca vi ,cruzamento com 24 direçoes.ah,ja ia esquecendo ,prefeitura de inhapim, quebraram a cara,a e-covia tirou aqueles radares absurdos que vcs colocaram, sem aferição e sem relógio de velocidade. So roubalheira. Aproveita e faz uma passarela pro povo de inhapim. Atravessar perto do viaduto”

Envie seu Comentário