01 de agosto, de 2022 | 14:58

PSB confirma candidatura do professor Fabiano Moreira a deputado estadual

Divulgação
Fabiano Moreira foi secretário da Saúde em Ipatinga, Timóteo e Lagoa SantaFabiano Moreira foi secretário da Saúde em Ipatinga, Timóteo e Lagoa Santa

Em convenção realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), em Belo Horizonte, no último domingo (31), o PSB homologou o nome do professor Fabiano Moreira, confirmando sua candidatura a deputado estadual, conforme divulgado por sua assessoria de Comunicação.

Ex-secretário municipal de Saúde de três importantes cidades do nosso estado (Ipatinga, Timóteo e Lagoa Santa), professor Fabiano Moreira, que é docente do curso de medicina da Univaço/AFYA, em Ipatinga, há 21 anos, atua ainda como vereador em um segundo mandato em Lagoa Santa.

Divulgação
A convenção que confirmou a candidatura de Fabiano Moreira ocorreu na ALMGA convenção que confirmou a candidatura de Fabiano Moreira ocorreu na ALMG

“Entre suas principais atuações, sua luta intensa e constante em prol da saúde (desde os tempos de secretário), educação e transporte, além da defesa de pautas de extrema importância como, por exemplo, voltadas aos Portadores de Deficiência (PCDs) e a causa animal”, destaca a assessoria.

Já para a atuação como deputado estadual, Fabiano Moreira, que é natural da cidade de Inhapim, reforçou seu compromisso de representar com muito trabalho, transparência e dedicação (principais características de seus mandatos como parlamentar), o Vale do Aço, o Vale do Rio Doce, o Vetor Norte da Região Metropolitana de Belo Horizonte e, claro, toda Minas Gerais. Como ele mesmo gosta de afirmar: “pelo Vetor Norte, pelos Vales, por Minas Gerais”.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Jorge

02 de agosto, 2022 | 13:18

“Mais um querendo estabilidade financeira, melhor ficar trabalhando como professor em seu cargo efetivo.”

Envie seu Comentário