01 de julho, de 2022 | 09:58

Governo de Minas anuncia redução de ICMS em decreto assinado hoje

O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (1), pelo governador, por meio de sua conta no Twitter

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou, nesta sexta-feira (1), que reduzirá o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) da gasolina, da energia elétrica e da comunicação no Estado para 18%, conforme a previsão do Projeto de Lei Complementar - PLP 18 (aprovado por 65 votos a favor e 12 contrários) dia 13 de junho, no Senado.

O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (1), pelo governador, por meio de sua conta no Twitter. "Assino hoje o Decreto que reduz o ICMS da gasolina, energia elétrica, serviços de telefonia e internet em Minas. O imposto da gasolina era 31%, energia elétrica 30% e comunicação 27%. Todos passarão para 18% em nosso Estado a partir de hoje".

Estima-se que com essa redução os contribuintes mineiros sejam desonerados em mais de 11 bilhões de reais. Até dezembro o governo federal irá compensar os estados pelas perdas com a redução. Para janeiro em diante ainda não se sabe quem pagará a conta.



Veja também:
Corte de impostos federais já reflete nas bombas de abastecimento e redução do ICMS ainda é esperado
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Matheus

01 de julho, 2022 | 22:59

“Como fica a questão do Diesel?”

Gadodozema

01 de julho, 2022 | 15:06

“Está certíssimo, diminuindo impostos o povus consome mais.
O estado rouba a mesma quantidade, devido ao aumento no consumo.
A única diferença é que o povo consome mais.”

Envie seu Comentário