30 de junho, de 2022 | 08:21

PF flagra adolescente recebendo R$ 1 mil falsos pelos Correios, em Ipatinga

Divulgação Polícia Federal
As cédulas apreendidas, todas possuem a mesma numeração, conforme os agentes da PFAs cédulas apreendidas, todas possuem a mesma numeração, conforme os agentes da PF

Agentes lotados na Delegacia da Polícia Federal em Ipatinga apreenderam em flagrante, na tarde de quarta-feira (29) um adolescente de 16 anos, pelo ato infracional de moeda falsa.

Com a colaboração da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, policiais federais monitoraram um pacote suspeito, endereçado ao indivíduo que mora no bairro Bethânia. Quando ele recebeu a encomenda, os agentes fizeram a abordagem e verificaram que havia dez cédulas falsas de R$ 100, totalizando o valor de R$ 1 mil em dinheiro falsificado.

Quando vistoriadas as notas arrecadadas, constatou-se que elas tinham características similares às verdadeiras, simulando seus elementos de segurança, porém repetiam o mesmo número de série, impossível de ocorrer com uma nota verdadeira.

O adolescente foi encaminhado para a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Ipatinga em razão da atribuição. Ele deve responder pelo ato infracional análogo ao crime de moeda falsa, conforme o prevê o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Denúncias

Depois da publicação da notícia pelo site do jornal Diário do Aço, nesta quarta-feira, várias denúncias indicaram que anúncios de venda de notas falsas são feitos de forma reiterada em grupos de WhatsApp e grupos de compra e venda nas mídias sociais. “Eles têm a cara de pau de anunciar ‘Paga 200 e leva R$ 2.000 em cédulas de 100’, além disso, ofertam cartões de crédito também, na cara dura, para todo mundo ver”, escreve uma leitora.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Cidadão

01 de julho, 2022 | 14:56

“''PEDRINHO PERITO'' se acha mesmo que a policia deu mole né. huuuummm sabe tudo, ela evitou que comerciantes tomasse prejuizo e vc acha mesmo que as investigações parou por ai esse menor ja entregou tudo ja abriu a boca. aagora que começa as invetigações enquanto vc vem com fubá o angu ja ta pronto a muito tempo.”

Pedrinho Perito

01 de julho, 2022 | 07:47

“@Eu, isso mesmo, a PC, PM e PF foram amadoras, deram o "pulão" na hora errada, pois por causa de um peixe pequeno, deixaram de pegar o cardume e até o tubarão, ou você acha que todos os policiais ou operações são sempre bem executadas?
Acorde pra vida, basta ver o que policiais da PF fizeram com o rapaz lá no nordeste, onde o mesmo foi executado dentro da viatura, acha mesmo que aquilo foi uma operação bem sucedida, os PF's usaram de todos os seus treinamentos para fazerem aquilo, aquilo ali é parte da inteligência da PF?
Acho que você precisa ter uma visão crítica de mundo, pois até o momento sua miopia beira a cegueira.”

Eu

30 de junho, 2022 | 20:00

“PEDRINHO PERITO
Policia Federal amadora???? kkkk flw "Perito"”

R. Richard

30 de junho, 2022 | 11:02

“@PEDRINHO PERITO
Concordo c gênero e nr nas suas falas.. hahaha! Precipitaram!! E vou mais além!! Poderiam ter dado mais corda e pegar o cabra lá na origem.. filmagens da unidade remetente e etc!!!”

Pedrinho Perito

30 de junho, 2022 | 10:38

“A polícia deu mole, deveria continuar de campana observando todos os passos do menor, óbvio que não é ele o responsável/mentor dessa contravenção, isso é coisa de peixe maior, esse menor foi apenas o intermediário, justamente pra isso, ser o boi de piranha, pois se a "parada" desse errado como deu, o menor quem será responsabilizado e a pena infinitamente menor, daí o peixe graúdo se manterá livre e continuará atuando.
Cadê o serviço de inteligência dessas polícias?
Bando de amadores, isso sim, pois perderam a oportunidade de fazer uma apreensão ao que tudo indica infinitamente maior.”

Envie seu Comentário