18 de junho, de 2022 | 11:02

Sobrinho é procurado por esfaquear o tio no bairro Planalto

Reprodução
Agressor e vítima correram da rua Sete para a rua Um, onde houve a tentativa de homicídio  Agressor e vítima correram da rua Sete para a rua Um, onde houve a tentativa de homicídio

Um jovem de 18 anos é procurado por tentar matar o tio, de 39 anos. O fato foi registrado na rua Um, do bairro Planalto. A Polícia Militar foi acionada por causa de um desentendimento que envolveu tio e sobrinho e terminou em tentativa de homicídio.

Testemunhas informaram que P.H.S., de 18 anos, se desentendeu com o tio, M.S., de 39 anos, mais uma vez. Nesta sexta-feira (17), durante uma nova discussão, o jovem de 18 anos acabou atingindo o tio com um golpe de faca.
O motivo da desavença familiar é uma herança. O tio não aceita a permanência do sobrinho na residência do pai já falecido (avô do jovem).

A mãe do agressor disse que a discussão entre tio e sobrinho se agravou a partir do velório do idoso, ocorrido quinta-feira, na capela do Cemitério Parque Nossa Senhora da Paz.

Na tarde de sexta-feira, M.S. foi à casa do falecido pai e lá encontrou o sobrinho, com quem iniciou nova discussão. Testemunhas afirmam que o tio desferiu dois tapas no sobrinho, que tomado pela fúria armou-se com uma faca.

O tio tentou correr, mas uma mulher, que estava na casa, identificada como L.R.S., de 33 anos, ainda o segurou, para que o jovem armado o atingisse. M.S. conseguiu escapar das mãos da mulher e correu pela rua. Foi alcançado pelo sobrinho na rua Um, os dois entraram em luta corporal e o sobrinho desferiu uma facada nas costas do tio. O agressor fugiu em direção ao bairro Cidade Nova e a mulher recolheu e escondeu a faca usada no crime.

Já o homem ferido foi socorrido pelo SAMU encaminhado para o Hospital Márcio Cunha, com uma perfuração no lado direito das costas.

M.S. também afirmou que pediu ao sobrinho que saísse da residência que é herança deixada pelo seu falecido pai, porque o jovem estava com arma de fogo e porções de entorpecentes no local. Negou que tenha desferido tapas no rosto do jovem, conforme apontado por terceiros.

O caso ainda está em apuração e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário