17 de junho, de 2022 | 07:12

Três revólveres apreendidos com suspeitos de crimes no Vale do Aço

Divulgação Polícia Militar
Os três revólveres apreendidos durante a ocorrência policial iniciada depois de uma denúnciaOs três revólveres apreendidos durante a ocorrência policial iniciada depois de uma denúncia

Três revólveres de calibre 38 foram retirados de circulação e três pessoas foram presas na noite de quinta-feira (16) em Ipatinga. A apreensão das armas se deu depois de uma denúncia anônima que foi repassada à Polícia Militar sobre um veículo trafegando com indivíduos estranhos no bairro Iguaçu, próximo à Escola Estadual João XXIII.

A denúncia da presença de suspeitos observando algumas casas no bairro Iguaçu mobilizou uma equipe da Polícia Militar. Os policiais avistaram um Chevrolet Vectra, de cor prata, na rua Turquesa, no Iguaçu, e ao lado dele estava uma pessoa que notou a chegada da viatura policial.

O suspeito ficou nervoso e retirou algo da cintura jogando o objeto no banco traseiro, aproveitando-se do fato de a porta estar entreaberta. Os PMs identificaram o suspeito como sendo um indivíduo com passagens pela polícia e que ainda é investigado sobre um envolvimento em homicídio na cidade de Açucena.

Ao ser abordado, os policiais encontraram em poder dele, no bolso da bermuda, uma bucha de maconha. Sobre o banco traseiro foi localizado um revólver de calibre 38, municiado com seis cartuchos. R.V.S. assumiu ser o dono do revólver e disse que o motorista do veículo não sabia da arma de fogo no carro, pois havia apenas atendido a um pedido para dar uma carona até o local.

Os policiais resolveram verificar o apartamento onde mora R.V., na rua Emanuel, no bairro Canaãzinho. No local estava J.T.S., de 23 anos, que também é um velho conhecido pelo envolvimento dele com crimes na região do Vale do Aço, suspeito de ter sido comparsa de R.V. em um homicídio na região de Açucena, contudo, a PM não informou qual crime seria este.

A residência foi vistoriada, quando os PMs localizaram em um dos quartos, dentro do guarda-roupas, dois revólveres de calibre 38 e ambos municiados com seis cartuchos cada um. Um cartucho do mesmo calibre das armas foi achado em uma janela. Um dos revólveres estava com a numeração suprimida.

R. e J. alegaram que não tinham conhecimento das armas na residência, pois elas estavam no quarto do irmão de R.V., o R.V.S., de 35 anos, que não estava no apartamento naquele momento. O homem acabou chegando ao local durante o desenrolar da ocorrência.

O terceiro suspeito também negou saber da existência das armas em casa, apesar dos revólveres estarem em um local de fácil acesso no móvel dentro do quarto. Os três detidos foram encaminhados para o plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga com os revólveres e a munição apreendidos.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário