21 de maio, de 2022 | 18:00

Cinco filmes para entender as relações internacionais pelo mundo

Em um mundo interconectado e globalizado, determinadas situações que ocorrem dentro de um país acabam afetando não apenas a própria política doméstica, mas todo o sistema global. Por conta disso, as relações internacionais e a geopolítica são áreas muito dinâmicas, que mudam, constantemente, a partir de pronunciamentos políticos, oscilações econômicas e ações individuais das nações mais ou menos poderosas.

Uma das formas mais fáceis e divertidas de entender mais sobre as relações internacionais e a geopolítica é por meio do cinema, com obras audiovisuais que abordam o tema contando histórias reais e fictícias que têm esses movimentos políticos como pano de fundo. O coordenador do curso de Comércio Exterior e professor de Relações Internacionais da Universidade Positivo (UP), João Alfredo Lopes Nyegray, indica cinco filmes para entender melhor essas relações pelo mundo.

A Soma de Todos os Medos (2002)
Com atuações de Morgan Freeman e Ben Affleck, o filme mostra um grupo terrorista que encontrou uma bomba nuclear e planeja usá-la na final do Super Bowl, nos Estados Unidos, iniciando a 3ª Guerra Mundial. “Nesse momento em que a Rússia invade a Ucrânia e tantas outras nações seguem contrárias às pretensões de Putin, com ameaça de guerra nuclear, o filme de 20 anos atrás acaba sendo atual”, pontua Nyegray. Onde assistir: Amazon Prime Video e YouTube.

O Jardineiro Fiel (2005)
A obra conta a história de um diplomata que investiga, por conta própria, o assassinato de sua esposa e acaba descobrindo o que há por trás da rede de relações entre o governo britânico e as companhias farmacêuticas. “Podemos relacioná-lo em como a Rússia foi feroz ao defender a vacinação contra a covid-19 com o uso da sputnik, e nos leva a cogitar se medicamentos não são testados em populações vulneráveis”, alerta o professor. Onde assistir: Amazon Prime Video e YouTube.

Senhor das Armas (2005)
Com Nicolas Cage de protagonista, o longa-metragem conta a história de um traficante de armas que vende um arsenal desprotegido da ex-União Soviética, aproveitando para tornar-se milionário com o fim da Guerra Fria. “Atualmente, o tráfico de armas e drogas está entre os negócios mais rentáveis e, especialmente, o setor armamentista explica a necessidade que algumas nações têm de estar sempre em guerra”, explica o especialista. Onde assistir: Amazon Prime Video.

Capitão Phillips (2013)
Baseado em fatos reais, o filme exibe o sequestro de um navio petrolífero na costa da Somália, na África, organizado por piratas somalis. “Há alguns anos, a pirataria era bastante frequente nessa região, onde circulam inúmeros navios carregados de óleo. Essa obra permite compreender a razão pela qual tantas empresas de transporte abandonam nações instáveis”, destaca Nyegray. Onde assistir: Amazon Prime Video, Netflix, Star+ e YouTube.

A Grande Aposta (2015)
A obra retrata a crise econômica de 2008 e explica, de forma clara, como o mundo foi arrastado para um turbilhão financeiro que se iniciou nos EUA. “A interconectividade é uma característica importantíssima das relações internacionais atuais. Não são apenas produtos, serviços e informações que cruzam rapidamente o mundo, mas, também, as crises econômicas”, esclarece o professor. Onde assistir: Amazon Prime Video, Globoplay, HBO Max, Netflix e YouTube.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Guilherme

21 de maio, 2022 | 11:10

“Nunca li tanta bobagem. Os maiores terroristas do mundo são os Eua. Criaram a alqaeda na guerra fria. Sem falar q vivem de guerras espalhando mortes e sofrimento em troca de poder”

Envie seu Comentário