20 de maio, de 2022 | 17:40

Soldado PM assassinado em BH será sepultado neste sábado em Ipatinga

Marcilene Neves
Momento do embarque do corpo em uma aeronave da Polícia Militar, que fez no fim da tarde de hoje o traslado do corpo para Ipatinga Momento do embarque do corpo em uma aeronave da Polícia Militar, que fez no fim da tarde de hoje o traslado do corpo para Ipatinga

O corpo do soldado Gustavo Arruda será sepultado neste sábado, em Ipatinga, sua terra natal. A assessoria de Imprensa da Polícia Militar de Minas Gerais informou que o velório ocorre no bairro Esperança. O enterro está agendado para este sábado, às 11h, no Cemitério Parque Senhora da Paz, no bairro Veneza II.

O soldado Gustavo Henrique Arruda, de 24 anos, lotado no Batalhão de Choque em Belo Horizonte, morreu durante troca de tiros no fim da noite de quinta-feira (19) no bairro Jardim Alvorada, na região Noroeste da capital mineira.

Gustavo é natural de Ipatinga, foi criado no bairro Esperança, conforme apurou o Diário do Aço. Outro PM que atuava na operação saiu ferido e um criminoso morreu durante o tiroteio, além de segundo criminoso também ter saído ferido.

Divulgação
Em Ipatinga, corpo de militar foi transferido do avião da PMMG para carro do Corpo de Bombeiros Em Ipatinga, corpo de militar foi transferido do avião da PMMG para carro do Corpo de Bombeiros
A major PM Layla Brunnela afirmou em entrevista à imprensa da capital, nesta sexta-feira (20), que militares foram até o local averiguar uma denúncia de que o dono de uma lanchonete na rua Flor D'água, identificado como Adriano Ferreira de Matos, de 33 anos, era envolvido com tráfico de armas de fogo. Adriano, segundo a polícia, revendia armas para criminosos.

Os policiais foram sem farda e, durante a negociação, houve um desentendimento entre um sargento da PM e o suspeito. O soldado arruda estava à paisana, portanto, sem colete balístico e, ao tentar intervir na confusão, acabou baleado nas costas. Adriano, o dono da lanchonete, segundo a PM, foi quem atirou no militar.

O comerciante e a companheira dele estão presos. O quarto suspeito de envolvimento no caso, um jovem de 23 anos, se entregou na tarde desta sexta (20). Ele é genro de Adriano Ferreira de Matos, dono de uma lanchonete apontado como responsável pelo tráfico de armas. O jovem negou envolvimento com os tiros dados no local do crime, mas confessou que estaria vendendo uma arma que era dele.

O soldado Arruda, natural de Ipatinga, tinha 24 anos e era lotado no Batalhão de Choque, em Belo HorizonteO soldado Arruda, natural de Ipatinga, tinha 24 anos e era lotado no Batalhão de Choque, em Belo Horizonte


Sgt Giselle Bitencourt
Cortejo pelas ruas da capital mineira, na tarde desta sexta-feira Cortejo pelas ruas da capital mineira, na tarde desta sexta-feira

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Pedro Gabriel

21 de maio, 2022 | 18:37

“Estavam sem farda estão caçando oque quem iria adivinha que é polícia polícia não pode anda sem farda não ninguém tem bola de cristal”

Ricardo

20 de maio, 2022 | 20:46

“Nessas situações os ?direitos dos manos? não aparecem.

Paz e condolências aos familiares”

Maria

20 de maio, 2022 | 19:33

“Boa noite gostaria de tirar uma dúvida sobre prestações de 80$ mensal mesmo se continua até terminar de pagar a casa eu tenho casa mais não é escriturada papel de compras e vendas eu posso fazer parte desse programa?”

Envie seu Comentário