22 de maio, de 2022 | 10:32

Mensagens com propostas de emprego são enviadas por golpistas para atrair vítimas

Tiago Araújo
Os golpes são aplicados via mensagens por WhastApp ou SMS, quem clicar nesse tipo de link pode ter telefone clonado e contas bancárias invadidas  Os golpes são aplicados via mensagens por WhastApp ou SMS, quem clicar nesse tipo de link pode ter telefone clonado e contas bancárias invadidas

Com abordagens diferentes, as tentativas de golpes são feitas de forma reiterada pelos criminosos. Os golpistas buscam, a cada dia, inovar suas táticas para enganar mais facilmente as pessoas, sem que desconfiem da intenção criminosa. Ultimamente, uma tentativa de golpe que vem sendo aplicada é por meio do WhatsApp ou SMS (serviço de mensagens curtas dos celulares), na qual a pessoa recebe uma mensagem sobre uma suposta proposta de trabalho, com benefícios atraentes.

A mensagem enviada, na maioria das vezes, informa que a pessoa foi selecionada para trabalhar em meio período, de maneira remota. Além de um aviso de que os candidatos devem ter um PIX e um link também consta na mensagem. Quem inadvertidamente clicar nos links pode ter os dados do telefone roubados, o número pode ser clonado, dados pessoais e bancários acessados.

Cautela

Em entrevista ao Diário do Aço, o delegado Renato Nunes Guimarães, da Divisão Especializada de Investigação aos Crimes Cibernéticos da Polícia Civil, informou que é preciso ter bastante cuidado ao receber mensagens duvidosas. “A primeira dica é sempre ter cautela e não acreditar em tudo aquilo que recebe por meio de mensagens ou e-mail, principalmente ofertas fantásticas, promoções, sorteios de prêmios, e também ofertas de emprego sem sair de casa e ganhos com investimentos acima do que é pago pelas instituições financeiras”, afirmou.

Ajuda

O delegado também destacou que se a pessoa recebeu mensagem ou e-mail nesse sentido, é preciso ignorar, apagar sem clicar no link enviado. “Caso fique na dúvida, compartilhe o caso com algum amigo ou parente. Peça ajuda, pesquise na internet sobre a oferta. Nunca clique em links e não interaja com pessoas desconhecidas do outro lado, enviando documentos ou passando informações pessoais ou profissionais”, salientou.

Enviada por leitor


O que fazer

Caso a pessoa se torne uma vítima de um golpe cibernético, o delegado orienta como deve proceder. “A vítima, em caso de ter perdido algum valor em dinheiro, deve registrar um Boletim de Ocorrência na polícia, narrando todo o ocorrido, fazendo constar todos os dados. Além disso, ao mesmo tempo, ela deve contestar a transação junto à instituição financeira em que é cliente e de onde saiu os valores, pedindo, assim, o ressarcimento. Também é prudente narrar o ocorrido aos seus familiares e amigos”, explicou.

“Phishing”

O roubo de informações pessoais para cometer fraudes é comum, e uma das técnicas que os fraudadores usam para obter êxito é o phishing (pescando). Esse método é utilizado para tentar coletar informações pessoais usando canais, como e-mails e sites enganosos. A analogia do nome do golpe remete a um pescador jogando um anzol com isca e esperando que a vítima a morda.

Em resumo, ataques de phishing são a prática de enviar comunicações fraudulentas que parecem vir de uma fonte confiável. O golpe geralmente é aplicado por e-mail, mas também pode surgir de uma mensagem (SMS ou WhastsApp), por exemplo. O objetivo é roubar dados confidenciais, como número e senha de cartão de crédito e informações de login, ou instalar malwares (softwares maliciosos) no dispositivo da vítima. Este é um tipo comum de ataque cibernético, por isso é importante saber o que é phishing.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Wallace Garcia

21 de maio, 2022 | 14:43

“Devo ter recebido umas 12 mensagens deste tipo nas últimas semanas, em todas eu faço a denuncia e bloqueio.”

Envie seu Comentário