19 de maio, de 2022 | 18:00

Governo fortalece produção de audiovisual na Zona da Mata mineira

O Governo de Minas Gerais e a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), por meio da Empresa Mineira de Comunicação (EMC), formalizaram parceria com a Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata, em Cataguases. O acordo, acertado em abril, vai contribuir para a efetividade de políticas públicas relevantes ao segmento e à comunidade, por meio do apoio mútuo no desenvolvimento de atividades de cultura, comunicação, educação, cidadania e demais serviços públicos, conforme informações da Agência Minas.

Divulgação
Cena do filme ''Família Dionti'': polo de Cataguases já é referência na produção de audiovisual em todo o paísCena do filme ''Família Dionti'': polo de Cataguases já é referência na produção de audiovisual em todo o país
Um dos pontos da parceria é a disponibilização de conteúdos audiovisuais por intermédio da Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata, para exibição na plataforma de streaming pública e gratuita EMCplay, ampliando a difusão e a descentralização das produções.

Para a diretora de Desenvolvimento e Promoção do Audiovisual da EMC, Flávia Moreira, o acordo compreende em uma troca rica de conteúdo. “A EMCPlay vem com várias novidades, entre elas, atividades de formação, cooperação e capacitação, que são fundamentais para a formação de novos realizadores na cadeia produtiva do setor audiovisual. Cataguases e as regiões próximas conseguem atrair várias produções audiovisuais. Queremos pegar essa expertise deles e passar para outros municípios. Acreditamos que essa parceria será muito positiva”, ressalta.

Gustavo Fernandes
Cena de ''Predestinado'', filmado em Rio Novo: parceria amplia a divulgação de cidades e regiões do estadoCena de ''Predestinado'', filmado em Rio Novo: parceria amplia a divulgação de cidades e regiões do estado
O acordo foi firmado na última semana do mês de abril, quando foi comemorado os 125 anos de Humberto Mauro, um dos pioneiros do cinema brasileiro, que nasceu em 30 de abril de 1897, numa fazenda de Volta Grande, perto de Cataguases, na Zona da Mata mineira. A cidade comemora, também, os 20 anos de inauguração do Centro Cultural Humberto Mauro, da Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho. Este marco foi o ponto de partida para a formação da rede de projetos e parcerias que resultaram na criação do Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais, considerado um dos mais atuantes do país, na atualidade.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário