11 de maio, de 2022 | 11:00

Depois de 24 horas família de gerente de banco é resgatada com vida em Carbonita

Reprodução de vídeo
Buscas a familiares de gerente de banco duraram 24 horas entre terça e quarta-feira, no Vale do JequitinhonhaBuscas a familiares de gerente de banco duraram 24 horas entre terça e quarta-feira, no Vale do Jequitinhonha

Depois de 24 horas de buscas, as polícias Militar e Civil encontraram a mulher e o filho de um gerente de um banco na região de Carbonita, no Vale do Jequitinhonha, vítima do “Golpe do Sapatinho”, praticado por quadrilhas de criminosos que sequestram a família de um administrador bancário para que eles possam levar dinheiro.

Em entrevista à imprensa, o tenente da PM, Lívio Louzada, informou que a mulher, que está grávida, e o adolescente, enteado dela, foram deixados amarrados.

“A mulher estava amarrada só pelas mãos e não saiu antes para pedir socorro com medo dos marginais voltarem. Ela não conseguiu soltar o enteado e hoje pela manhã, ela saiu do local e andou até às margens da MG-451, onde pediu ajuda para um motorista e avisou que o enteado estava amarrado”.

A Divisão de Sequestro da Polícia Civil atua na região em busca de pistas que levem à quadrilha.

Conforme a Polícia Militar, oito criminosos participaram da ação na madrugada de terça-feira (10). A família foi rendida e esposa e filho foram levados. O gerente chegou a sacar o dinheiro do banco, uma quantia não revelada, que foi entregue aos bandidos na terça-feira. A família, entretanto, não apareceu.

Começava então uma caçada para descobrir o paradeiro dos reféns, que só terminou na madrugada desta quarta-feira. As buscas foram feitas com aeronaves das policias Civil e Militar. (Com informações da Rádio Itatiaia BH)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário