10 de maio, de 2022 | 14:00

Atuação conjunta do MPMG, da PMMG e da PMBA prende um dos criminosos mais procurados de Minas Gerais

Uma ação integrada do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), da Diretoria de Inteligência (Dint) e do Comando de Aviação do Estado (Comave), ambos da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), com o apoio da Polícia Militar da Bahia (PMBA), resultou na prisão de Jonathan Henrique de Assis Teixeira, de 30 anos, foragido de alta periculosidade integrante da lista do “Procura-se", que congrega os criminosos mais procurados de Minas Gerais.

Jonathan Henrique de Assis Teixeira, conhecido como Costela, Jon ou Jow, foi preso na cidade de Sobradinho, região do sertão baiano. Ele é investigado pela suspeita de comandar ações criminosas executadas na região do Barreiro, em Belo Horizonte.

O indivíduo possui quatro mandados de prisão em aberto relacionados com crimes de homicídio e tráfico de drogas. Ele foi preso na cidade de Sobradinho, região do sertão baiano, de onde era suspeito de comandar ações criminosas executadas na região do Barreiro, em Belo Horizonte. Além disso, há suspeitas de que ele tenha ligação com crimes de “Novo Cangaço”, atuando em ataques violentos a bancos, carros-fortes e transportadoras de valores.

A ação faz parte de um conjunto de ações desenvolvidas pelas forças de Segurança Pública, no combate qualificado aos crimes de homicídios no território mineiro. Outras ações semelhantes foram e continuarão a ser realizadas, de modo a proporcionar a prisão de criminosos de alta periculosidade procurados pela Justiça por envolvimento com crimes violentos ou graves, com destaque para os crimes de homicídios, ataques a instituições financeiras e tráfico de drogas.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Envie seu Comentário