09 de maio, de 2022 | 18:55

Professor vítima de acidente na BR-381 ainda precisa de doação de sangue

Reprodução
Jardel sofreu um acidente quando voltava da escola onde trabalha Jardel sofreu um acidente quando voltava da escola onde trabalha
O pedido de doações de sangue para o professor Jardel da Silva Abreu, de 37 anos, mobilizou as mídias sociais neste fim de semana. Ele sofreu um acidente na noite de sexta-feira (6), na BR-381, no trevo de Jaguaraçu, quando voltava de motocicleta para Ipatinga, depois de ministrar aulas em Antônio Dias.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar esteve no local do acidente e encontrou Jardel caído na rodovia. Conforme o relatório dos bombeiros, o professor reclamava de dores nas costas, tórax e abdômen. Ele também apresentava dificuldades na respiração e vomitava sangue.

A vítima foi levada para o Hospital Márcio Cunha, com suspeita de hemorragia interna e fratura na costela, onde segue internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Saúde

A última informação recebida pelos colegas de trabalho de Jardel aponta que ele teve uma significativa melhora e reage bem à medicação. “Mas ainda inspira cuidados e observação”, informou Edna Maria de Oliveira, assistente técnica de educação básica e colega de trabalho da vítima. Mesmo com a evolução do quadro de saúde, o professor ainda precisa de doações de sangue. “O banco de sangue ainda está vazio”, afirmou a colega.

Professor

Jardel da Silva é professor de História, e leciona para turmas de Ensino Fundamental, Ensino Médio e do EJA - Educação de Jovens e Adultos, na Escola Estadual Professor Letro, localizada em Antônio Dias.

Segundo a funcionária da escola que conversou com a reportagem do Jornal Diário do Aço, o colega é muito querido por todos. “Alegria da escola. Ele espalha alegria por onde passa”, contou Edna.

Ainda de acordo com ela, Jardel faz falta. “As pessoas estão sofrendo por causa dele”, compartilhou. O desejo é que retorne em breve à escola. “O quanto antes, ele faz muita falta”, completou.

Doações

Os interessados em doar sangue podem ligar no (31) 3829-9600 para obter mais informações.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Geraldo de Assis Silva

10 de maio, 2022 | 22:45

“Minha esposa esteve no dia 09/05/2022 para doar sangue para ele, mas o "profissional" do Banco de Sangue do Hospital Márcio Cunha avisou que não estavam mais precisando de sangue naquele dia e deu um telefone para ligar e marcar outro dia , ela saiu de Timóteo para doar e chegando lá não a atenderam. Ficam pedindo doação, falam sempre que está faltando sangue e quando deslocamos de nossa cidade para doar, não se mostram nem um pouco solicito para nos atender. Até parecia que estavam prestando um favor em receber a doação.”

Wanderleia

09 de maio, 2022 | 07:55

“Trabalhei com o professor Jardel a alguns anos, um ótimo profissional, alegre e prestativo. Que Deus restaure a saúde dele e envie pessoas para ajudá-lo.”

Envie seu Comentário