06 de maio, de 2022 | 09:21

Mercado espera alta de 12% no preço da gasolina e de 24% no diesel

Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom) prevê dificuldades, caso preços não sejam reajustados à realidade do mercado

Alex Ferreira/Arquivo DA
Importadores preem dificuldades, caso preços dos derivados não sejam reajustados em breve Importadores preem dificuldades, caso preços dos derivados não sejam reajustados em breve

A Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom) prevê que a Petrobras deverá reajustar o preço dos combustíveis em breve.

A projeção é que haja um reajuste de 12% no preço da gasolina e de 24% no diesel, que corresponderiam à diferença entre os preços praticados no mercado brasileiro e externo. Sem o reajuste, os importadores temem que haja dificuldades de abastecimento.

O presidente da Abicom, Sérgio Araújo, explicou que: “o mercado espera ações da Petrobras alinhadas com seu discurso de necessidade de preços alinhados ao mercado, para evitar desabastecimento e dar segurança para que sejam realizados os investimentos necessários”. A informação foi publicada nesta quinta-feira (5) pelo jornal Correio Brasiliense.

O preço médio do litro da gasolina comum no Brasil hoje é de R$ 7,283, já do óleo diesel é de R$ 6,610, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), referente a semana de 24 a 30 de abril. Os preços variam de cidade para cidade.

O último ajuste de preços pela Petrobras ocorreu em 10 de março, quando preço da gasolina passou a acumular alta de 24,5% em 2022 e o preço do diesel passou a acumular alta de 35%.

Impactos na economia

A disparada nos preços do Diesel nos últimos dois anos em impacto direto em vários setores da economia. Um deles é o de transportes urbanos. As concessionárias têm reivindicado a correção nos preços das tarifas, conforme já noticiado pelo Diário do Aço.

No Vale do Aço, por exemplo, desde março a Saritur, que detém concessões em Ipatinga, Timóteo e Coronel Fabriciano reivindica correção de 31,26% no preço da passagem em Timóteo e em Coronel Fabriciano, conforme ofício entregue às prefeituras. Se aplicado o índice sobre os atuais R$ 4,20, a passagem iria para R$ 5,51. As empresas afirmam que a tarifa técnica mínima precisaria ser de R$ 5,38.

Petrobras anuncia lucro de R$ 44,5 bilhões no primeiro trimestre de 2022



Nesta quinta-feira (5), a Petrobras anunciou que teve lucro líquido de R$ 44,5 bilhões nos primeiros três meses de 2022. O resultado representa 3.000% de rentabilidade em comparação com o mesmo trimestre de 2021, quando a estatal teve um ganho de R$ 1,3 bilhão.

A receita de vendas da estatal foi de R$ 141,6 bilhões no primeiro trimestre, segundo o balancete. Cerca de 80% dos ganhos do período foram provenientes das atividades de Exploração e Produção (E&P) e 20% decorrem de ganhos provenientes dos demais segmentos, como refino.

“Este resultado financeiro deve-se ao fato de termos agora uma Petrobras saneada, que reduziu os encargos com pagamento de dívida, investe com responsabilidade e opera com eficiência. Por isso, é possível gerar esse retorno importante para o acionista, em especial a sociedade brasileira, representada pela União. Tudo isso gera desenvolvimento econômico em toda a cadeia produtiva, gerando emprego, renda e arrecadação de tributos para o país”, destaca o presidente da Petrobras, José Mauro Coelho.

Para onde vai o lucro da Petrobras?



O principal acionista da Petrobras é a União, com 28,6% do capital social da empresa. O governo também detém participação na companhia via BNDESPar, com 6,9%, e BDNES, com 1% das ações.

Em 2021, do lucro de R$ 106,6 bilhões auferido pela companhia, R$ 37,3 bilhões foram pagos ao governo federal na forma de dividendos. O recurso entra no caixa do Tesouro Nacional.

Em fevereiro deste ano a Petrobras também anunciou o pagamento de R$ 37,3 bilhões em dividendos aos acionistas minoritários. Dividendos representam uma participação do acionista nos lucros de uma empresa, e são distribuídos proporcionalmente à quantidade de ações que o investidor possui. De acordo com a Lei das S.A., as empresas de capital aberto têm que distribuir no mínimo 25% dos seus lucros a acionistas.

Apenas no primeiro trimestre deste ano, a Petrobras pagou quase R$ 70 bilhões em impostos, royalties e participações para o governo federal, um valor superior ao lucro líquido auferido no período. (Com informações da Petrobras e Agência Brasil)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Adir Ventura de Souza

09 de maio, 2022 | 15:16

“Fora e nunca mais volte bolsonarioooooooo”

Adir Ventura de Souza

09 de maio, 2022 | 15:15

“Fora Bolsonaro foraaa cara já chegaaaa”

Paulo

06 de maio, 2022 | 18:48

“E ainda acha uns manes pra fazer motociata, carreta pra presidente. Só no Brasil que povo idólatra político. Por isso se acham deuses e não funcionários do povo.”

Shesheu

06 de maio, 2022 | 18:07

“Isso, e em todos os feriados os capachos vão pra rua defender esse desgoverno!
Prezado JoJo da Verdade, só uma coisa: até o câncer que é uma coisa maligna, cresce. Porque teremos de aceitar sermos roubados, e optar por uma vida medíocre.
Acho melhor, aprendermos a votar.”

Edimir Rodrigues

06 de maio, 2022 | 13:15

“Lucro líquido de 44 bilhões de reais as custas do nosso sangue.”

Marcos Vasconcelos

06 de maio, 2022 | 12:16

“Combustível está com preço defasado mesmo. Por isso que a Petrobras teve lucro líquido de 45 bilhões no 1° trimestre. Eh Brasil!”

Jojo da Verdade

06 de maio, 2022 | 09:47

“Tem que aumentar mesmo, rua lotado de carro e moto, gasolina deveria ser ao menos 12,00 o litro e diesel 10,00. Vcs imaginem se a gasolina fosse 4,00, misericórdia, as ruas, as BRs não iriam caber de veículos, ninguém quer andar a pé ou de bicicleta.

Eu mesmo, só ando a pé, deixa istorar o preço, vamos BOZO, aumento rapido”

Edimir Rodrigues

06 de maio, 2022 | 09:45

“Desta forma qualquer empresa dá lucro, as custas do sangue do povo.”

Envie seu Comentário