06 de maio, de 2022 | 07:03

Jovem conhecido como “Sementinha do Mal” é preso por tráfico em Fabriciano

Divulgação Polícia Militar
O material ilícito que foi apreendido durante a prisão dos suspeitos, em Coronel FabricianoO material ilícito que foi apreendido durante a prisão dos suspeitos, em Coronel Fabriciano
Poucos dias depois de completar 18 anos de idade, um jovem que é acusado de se envolver em diversos crimes violentos na região do bairro Caladinho do Meio, em Coronel Fabriciano, foi preso por tráfico de drogas pela primeira vez ao chegar à maioridade penal. Conhecido como “Sementinha do Mal”, ele e outro indivíduo, de 19 anos, foram flagrados com porções de entorpecentes.

Os policiais militares do 58º Batalhão já monitoravam D.S.S., de 18 anos, na avenida Goiás, no bairro Aparecida do Norte, onde o “Sementinha” lidera um grupo envolvido com crimes na região, segundo as denúncias da comunidade. Ele foi visto em companhia de C.E.M.S., de 19 anos, fazendo contatos com usuários de drogas.

Os suspeitos, monitorados por policiais militares à distância, correram no momento em que uma equipe da Moto Patrulha foi ao local para abordá-los. Eles foram rumo ao morro da rua Paraopeba e passaram por um lote para escapar dos policiais militares. Na fuga foi deixada para trás uma bolsa contendo uma porção de crack, sete buchas de maconha e um pequeno tablete de maconha.

As buscas aos suspeitos continuaram com o auxílio de outras equipes da PM, sob o comando do tenente Bretas, até que os jovens foram novamente encontrados. Em poder do jovem que se identifica como Sementinha foi apreendida a quantia de R$ 122. O detido não soube dizer aos policiais o valor correto que havia no bolso dele.

Mais drogas encontradas pelos policiais

O trajeto da dupla foi refeito pelos policiais, que acabaram localizando junto a algumas bananeiras, 32 pedras de crack e ainda dez pinos contendo cocaína. Todo o material ilícito apreendido e os dois jovens suspeitos foram encaminhados para o plantão da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Ipatinga. A dupla nega envolvimento com a droga encontrada.

Sementinha do Mal, que completou 18 anos no último dia 30 de abril, ficou cerca de um ano e meio internado no Centro Socioeducativo de Governador Valadares depois de ser investigado por uma tentativa de homicídio em Coronel Fabriciano. Ele e o outro detido no Aparecida do Norte têm diversas passagens policiais por tráfico de drogas.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: [email protected]

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

Indignado

06 de maio, 2022 | 22:33

“Não tem jeito,infelismente estamos lascados. A justiça prende e solta,quando o delinquente é morto,aparece outro pior. Esse mundo não tem jeito. "Venha a nós o vosso reino."”

X-9

06 de maio, 2022 | 19:11

“? verdade Frederico! Pois na realidade os serviços que são realizados dentro do socioeducativo, são praticamente serviços de enchugar gelo. Pois lá são tratados como Reis e não como realmente deveriam ser tratados, como infratores pela equipe técnica, algumas até o queria leva-lo para casa ou para casa de teu entes queridos É o cumulo do absurdo mas é a mais pura verdade. Por isto sempre ouvi ` a guerra entre equipe técnica com a equipe de segurança` dentro da unidade socioeducativa.”

Frederico

06 de maio, 2022 | 11:19

“Quero parabenizar também a equipe do tenente Bretas pelo excelente trabalho prestado à sociedade, que Deus abençoe e guarde a vida desses guerreiros do bem.”

Frederico

06 de maio, 2022 | 11:16

“Bom dia pessoal, olha só que triste até o apelido do delinquente é levado para o mal, infelizmente tem pessoas que não tem corretivo para eles, até após o internamento ele ainda sai de lá parece que pior ainda, tem que prender e não soltar, colocar penas pesadas sobre eles, pois realmente eles e outros iguais são sementinhas do mal mesmo, estão colaborando com a destruição dos nossos jovens fazendo com que pais e mães percam os seus filhos ainda na tenra idade,cadeia neles.”

Envie seu Comentário